Atualmente, a grande tendência do mercado é a de buscar a maneira mais fácil de fazer as coisas. O imediatismo já é parte do nosso dia-a-dia e veio para simplificar as atividades diárias. O nosso ritmo sempre acelerado fez com que o tempo se tornasse um ativo precioso e, nesse contexto, o comércio on-line encontrou uma grande oportunidade de ganhar terreno e ocupar espaços que antes eram exclusivos das lojas físicas. Esse novo canal conseguiu conquistar o público e revolucionou o setor de varejo nos últimos anos, superando a resistência inicial de alguns usuários, principalmente no que diz respeito à confiança na hora de efetuar o pagamento eletrônico. Com isso, os canais de compra estão cada vez mais diversificados e o digital ocupou de vez seu lugar no mercado, se consolidando como a principal escolha daqueles que não tem muito tempo, assim como uma ferramenta indispensável e disponível para as marcas que buscam atender às necessidades específicas de seus consumidores.

Lojas físicas, o templo da experiência de compra

O Natal está chegando e muitos consumidores já estão planejando suas compras on-line para evitar as longas filas que podem afetar os comércios nos dias que antecedem o feriado. Alguns também optam pelas compras on-line para evitar os problemas de logística, para não ter que carregar presentes pesados até a sua casa ou simplesmente porque não querem enfrentar o calor, shoppings congestionados e o trânsito dessa época do ano. As vantagens oferecidas por esse canal são evidentes e já conhecidas pelos consumidores, mas… por que então os shopping centers e os centros comerciais ainda são referências e continuam cheios, um fim de semana após o outro?

Longe de deixar as lojas físicas, os consumidores querem tocar, sentir e ver. Os cinco sentidos ainda são ferramentas importantes na hora de decidir algumas compras, principalmente aquela que envolve a compra dos alimentos para a ceia de Natal ou outros jantares especiais. Gostamos de conferir as novidades que chegaram no supermercado e decidir ali mesmo os produtos que finalmente escolheremos para surpreender os convidados. Da mesma forma, tornou-se uma tradição visitar lojas de brinquedos ou lojas de departamento para selecionar presentes de acordo com o que pensamos que tem mais a ver com a pessoa que queremos agradar. Pode parecer uma tarefa difícil, mas certamente acaba sendo muito gratificante.

Personalização é a palavra chave

Considerando todos esses fatores e também as mais diversas necessidades que permeiam o mundo dos consumidores nessa era de compras, as marcas e empresas devem estar ligadas e dispostas a dedicar todos os seus esforços para oferecer a seus clientes uma experiência única que atenda às suas expectativas, independentemente do canal escolhido. Novas tecnologias, como geolocalização, inteligência artificial ou o chamado machine learning, permitem conhecer em detalhes o comportamento e as preocupações dos usuários durante todo o processo de compra, não apenas on-line, mas também off-line, o que permite uma maior influência com o uso de informações e mensagens realmente relevantes para eles, agregando valor.

Um exemplo: uma família precisa comprar comida para a ceia de Natal e, como é uma compra que representa uma grande despesa, eles pesquisam on-line qual loja oferece as melhores ofertas para a ocasião. Esse seria o momento ideal para se aproximar deles com mensagens de seu interesse, sem se limitar ao canal on-line, mas também podendo impactá-los quando decidam se aproximar fisicamente de um supermercado, através de notificações push que podem ajudá-los a tomar a melhor decisão. Da mesma forma, é possível saber se um consumidor entrou em uma loja específica de brinquedos, portanto podemos deduzir que ele está interessado em comprar brinquedos e, assim, direcionar mensagens mais adequadas naquele momento, conhecendo sua necessidade e facilitando o processo de compra.

Dessa forma, a tecnologia se posiciona como a grande aliada das marcas em uma corrida constante pela diferenciação e por gerar uma experiência de qualidade, desde a busca por informações até a compra do produto e, também ao serviço pós-venda. O canal on-line e as lojas físicas saem do antigo conceito de antagônicas para se tornarem totalmente complementares.

O Natal é feito de muitos momentos especiais e os consumidores sabem que vale a pena gastar parte de seu valioso tempo e atenção para vivencia-los. Os varejistas devem se tornar sua mão direita (ou como diríamos neste momento: nos verdadeiros ajudantes do Papai Noel) para facilitar e agilizar o processo de compra para que tudo corra perfeitamente.

OTiendeo.com.br, uma empresa líder em soluções drive-to-store para o setor de varejo, conta no Brasil com mais de 5 milhões de usuários únicos.