Parece que os fãs perceberam que os autores da série “La Casa de Papel” estavam enrolando para manter a história no catálogo da Netflix.

Quem assistiu a parte 4, percebeu a enrolação no texto, algumas repetições de enredo, mas, o que mais irritou a galera foi a morte da personagem Nairóbi.

Enquanto que na terceira temporada teve momentos eletrizantes, na quarta, a história ficou arrastada. Simplesmente esqueceram o tema central e focaram na vida de cada personagem.
A história só volta a ter momentos eletrizantes nos episódios finais da quarta temporada, quando o Plano Paris é ativado.

Quinta temporada será a última

Sendo assim, a Netflix anunciou que a quinta temporada será a última, dando assim um desfecho para a trama dos ladrões mais amados pelos fãs.

Segundo informações, as gravações da quinta e última temporada começam na próxima segunda-feira, 3 de agosto, passando por Espanha, Portugal e Dinamarca. A quinta temporada, diferente das outras que tiveram 8 episódios, contará com 10 episódios.

Novos personagens

Miguel Ángel Silvestre, conhecido aqui no Brasil pelo papel de Lito em “Sense 8” e Patrick Caiado, que interpreta Daniel em “O Sucessor”, outra série da Netflix, entram para o elenco de “La Casa de Papel”. Ainda não foi revelado os personagens que irão viver, nem se vão estar no núcleo do professor ou da polícia.

A estréia da última temporada só deverá acontecer no final de 2021 ou no início de 2022. Essa demora se deve a pandemia do coronavírus que atrasou as gravações de várias séries, entre elas, “La Casa de Papel”.

Se você ainda não assistiu a parte 4, fique sabendo que o texto a seguir contém spoilers

No último episódio da parte 4, Lisboa foi resgatada e levada ao banco, e Tóquio conseguiu virar o jogo contra Gandía. Mas a temporada acaba sem a conclusão do assalto, com a inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri) apontando uma arma para a cabeça do Professor (Álvaro Morte) após uma investigação.