14°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Quem poderá ser atingido pela Reforma da Previdência?

Quem poderá ser atingido pela Reforma da Previdência?

25/01/2019 às 13h28 Atualizada em 25/01/2019 às 15h28
Por: Ricardo
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Inúmeras pessoas estão preocupadas com o que vai acontecer caso a Reforma da Previdência seja aprovada, e não é para menos. Até o momento, apenas sabemos que o governo deseja implementar o regime da capitalização (onde cada trabalhador será responsável por sua aposentadoria individual; trataremos sobre o tema em outra oportunidade).

Com relação às mudanças, a pergunta mais freqüente é: “SEREI AFETADO PELA REFORMA DA PREVIDÊNCIA?” e a resposta é: DEPENDE.

A Constituição Federal garante o chamado direito adquirido para todas as pessoas que já cumpriram os requisitos (idade/tempo de contribuição/carência) para requerer a sua aposentadoria, mas que continuam trabalhando e contribuindo com o intuito de conseguir um valor de benefício maior no futuro. Nesse cenário, temos ainda as pessoas que já estão aposentadas e têm o direito consumado. Essas pessoas, ainda que a reforma da previdência seja aprovada, não poderão ser prejudicadas pelas novas regras.

De outro lado, há pessoas que ainda não implementaram os requisitos exigidos para requerer a aposentadoria, mas que estão próximos de completá-los, faltando apenas poucos anos. Nesse caso, temos uma expectativa de direito, e essas pessoas podem ser afetadas. Historicamente, sempre que houve mudanças nas regras de aposentadoria, o governo trouxe as chamadas regras de transição, que são prazos diferenciados para quem está nessa situação, geralmente em forma de pedágios, onde o segurado deve cumprir o tempo que faltaria para a aposentadoria nas regras atuais, somado a um período extra. É o que esperamos acontecer agora também.

Já para quem ainda não contribui ou começou a contribuir recentemente serão os mais afetados pela reforma, pois não possuem sequer a expectativa de direito, e a eles serão aplicadas todas as novas regras para a aposentadoria.

Assim, para as pessoas que possuem o direito adquirido ou a expectativa de direito não precisam correr para requerer a aposentadoria de qualquer forma. Fazer um planejamento previdenciário torna-se essencial para analisar o valor do benefício, caso se aposentasse hoje ou após a reforma, o valor das contribuições, entre outras coisas, para verificar o custo-benefício.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Conteúdo via Vasconcelos Sousa e Campos Advocacia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
26°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 27°

25° Sensação
2.57km/h Vento
29% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h52 Pôr do sol
Qui 29° 15°
Sex 30° 16°
Sáb 30° 17°
Dom 29° 16°
Seg 30° 16°
Atualizado às 14h46
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,48 +0,96%
Euro
R$ 6,00 +1,31%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,68%
Bitcoin
R$ 376,286,30 +0,02%
Ibovespa
129,504,82 pts 0.31%
Publicidade
Publicidade