14°C 25°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Zelensky discursa no Congresso dos EUA: “A Ucrânia está viva e forte"

Zelensky discursa no Congresso dos EUA: “A Ucrânia está viva e forte"

22/12/2022 às 10h26 Atualizada em 22/12/2022 às 13h26
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:

Na noite desta quarta-feira (21), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, discursou no Congresso dos Estados Unidos. O líder Ucraniano, foi aplaudido antes mesmo de começar seu discurso.

"É uma grande honra para mim estar no Congresso dos EUA e falar com vocês e com todos os americanos. Apesar de todos os cenários pessimistas, a Ucrânia não caiu. A Ucrânia está viva e forte" afirmou Zelensky.

"A Ucrânia permanece firme nas suas linhas e nunca vai se entregar", disse o presidente ucraniano. Zelensky afirmou que em 2023 a Ucrânia será vitoriosa, “Ano que vem será a nossa virada e nós vamos garantir nossa liberdade comum, pelas pessoas que vão defender os seus valores”, declarou.

“Nós vencemos a Rússia na mente de todo mundo, não temos medo e ninguém deve ter. Os ucranianos venceram e isso nos dá coragem, isso inspira o mundo”, declarou.

Essa é a primeira vez que Zelensky sai de seu país desde o início da invasão da Rússia em 24 de fevereiro.

Leia também: EUA: Deputado republicano filho de brasileiros mentiu no currículo, diz NYT

Apoio financeiro

Zelensky pediu o apoio dos Estados Unidos, ressaltando aos congressista que o dinheiro americano não é caridade, mas sim “um investimento na segurança global e na democracia que administramos da maneira mais responsável.”

Joe Biden anunciou cerca de US$ 2 bilhões em assistência militar para a Ucrânia. O país também enviará mais de 374 milhões de dólares em ajuda humanitária ainda hoje. O valor enviado será dividido entre comida e assistência em dinheiro para mais de 1,5 milhão de ucranianos.

Parte da ajuda será destinada para o "acesso a cuidados de saúde, água potável e ajuda para se manter aquecido no inverno" para mais de 2,5 milhões de moradores da Ucrânia.

Zelensky também fez citou a proposta dos EUA, que pretende enviar US$ 44,9 bilhões ao país. O projeto ainda será votado no Congresso nos próximos dias. Para impulsionar, o ucraniano disse que as escolhas do Congresso norte-americano podem salvar “milhões de vidas”.

Ele também citou o Natal, que pode ser comemorado a luz de velas, por falta de eletricidade. “Em 2 dias, celebraremos o Natal, talvez à luz de velas. Não porque seja romântico, mas porque não há eletricidade”, afirmou Zelensky.

Porém, Zelensky disse que os ucranianos celebrarão sim o Natal, apesar da guerra. “Mesmo que não haja eletricidade, a luz de nossa fé em nós mesmos não será apagada”.

Zelensky encerrou seu discurso dizendo que a Ucrânia alcançará “vitória absoluta”. No final de sua fala, ele entregou uma bandeira da Ucrânia à vice-presidente americana Kamala Harris e à presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos Nancy Pelosi.

Leia Também: Parceria “sem limites”: Rússia e China realizarão exercícios navais conjuntos

Danos na infraestrutura de energia 

Um dos pontos que Zelensky mais tem frisado, é com relação aos ataques Russos a infraestrutura de energia Ucraniana.

Desde o início de outubro, a Rússia tem lançado mísseis sobre a infraestrutura de energia ucraniana praticamente toda semana. Desta vez os danos na infraestrutura de energia da cidade provocaram interrupções no abastecimento de água em todos os distritos da capital.

“Outra série de bombardeios em massa contra as infraestruturas de energia. Teremos cortes de energia elétrica de emergência”, afirmou o ministro da Energia, German Galushenko, no Facebook. 

Os ataques pioram cada vez mais a situação da população Ucrâniana, pois neste momento o país está em meio a temperaturas congelantes, entre um e três graus abaixo de zero, sem abastecimento de energia se torna praticamente impossível conseguir sobreviver.

Os prefeitos de Kharkiv e de Poltava também anunciaram que as cidades estão sem energia elétrica após os bombardeios. O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, informou que o ataque “segue em curso” e pediu aos moradores da cidade que permaneçam em abrigos.

No inicio deste mês, Zelensky declarou que a Ucrânia precisa de aproximadamente “2 bilhões de metros cúbicos” adicionais de gás para enfrentar o inverno, disse.

A declaração foi feita para os países do G7, após ataques Russos as infraestrutura energética do país nas últimas semanas. “O terror contra nossas centrais elétricas nos levou a utilizar mais gás do que o previsto. Por isso, precisamos de uma ajuda adicional neste inverno. Estamos falando de um volume adicional de cerca de 2 bilhões de metros cúbicos de gás que devem ser comprados”, declarou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 25°

24° Sensação
4.63km/h Vento
29% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h51 Pôr do sol
Ter 27° 15°
Qua 28° 15°
Qui 29° 16°
Sex 31° 16°
Sáb 31° 17°
Atualizado às 14h30
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,25%
Euro
R$ 5,93 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,06%
Bitcoin
R$ 367,399,12 +10,55%
Ibovespa
129,320,96 pts 0.33%
Publicidade
Publicidade