14°C 27°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar aos domingos?

Empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar aos domingos?

20/04/2023 às 14h06 Atualizada em 20/04/2023 às 17h06
Por: Jorge Roberto Wrigt
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Trabalhar aos domingos não é a vontade de muita gente, porém, tem profissões que o trabalhador é obrigado a exercer suas atividades laborais nesse dia.

As regras para trabalhar aos domingos e feriados se mantiveram quase as mesmas – uma ou outra exceção foi liberada ao longo dos anos. No entanto, em 2020 aconteceram mudanças na legislação trabalhista.

As leis que se referem ao trabalho dizem que o trabalhador tem direito a dias de folga, conhecido como  Descanso Semanal Remunerado (DSR). Um desses períodos de descanso devem acontecer os domingos

O descanso semanal remunerado é considerado essencial para a condição mental, física e social do trabalhador. 

É necessário que dentro dos sete dias da semana, o empregado tenha um dia de folga, sem qualquer desconto em seu salário. A Constituição Federal assegura que o trabalhador possa folgar em alguns domingos dentro do mês.

Trabalho aos domingos

Muitas profissões exigem que o brasileiro tenha que trabalhar aos domingos. Porém, existem regras que devem ser seguidas por empresas e empregados.

Todo trabalhador tem direito de, em toda semana, folgar durante o período de 24 horas consecutivas. Uma dessas folgas deve acontecer em um domingo.

As legislações sobre o direito do trabalho determinam as regras para que este direito seja exercido.

Mas para quem tem que trabalhar aos domingos como por exemplo, profissionais da saúde e serviços sociais, considerados essenciais pela lei, acaba sendo permitido o trabalho aos domingos ou feriados.

Já nas atividades em que a legislação não permite e nem obriga o funcionamento em domingos e feriados, o empregador não poderá exigir que seu empregado trabalhe.

Quais as regras para trabalhar aos domingos?

É dever da empresa divulgar uma escala mensal de trabalho, conforme previsão da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). É uma forma do empregado saber quais são os seus dias trabalhados e quando serão as suas folgas remuneradas. 

Quando ele for escalado para trabalhar no domingo, terá direito de folgar em outro dia daquela mesma semana, na forma de compensação. A regra protege o trabalhador de não trabalhar sete dias seguidos em uma mesma semana. Obrigatoriamente, ele deverá ter um dia de descanso remunerado, toda semana.

Sendo que um dia desse descanso, uma vez por mês, deverá ser em um domingo.

Além disso, dentre esses descansos, em determinado período o empregado tem direito de folgar aos domingos por mês. A lei trabalhista determina, como regra geral, que o empregado pode trabalhar, no máximo, dois domingos seguidos. 

Dessa forma, ao menos uma vez ao mês, as folgas devem ocorrer aos domingos. Porém, como falamos, a depender da atividade empresarial, pode acontecer de essas condições serem alteradas. 

A regra para os homens:  eles deverão folgar no domingo, num período de sete semanas. Se a atividade for relacionada ao comércio, a condição melhora, pois, obrigatoriamente, deverá folgar um domingo a cada três semanas. 

Para as mulheres: elas devem folgar aos domingos, no mínimo, duas vezes ao mês. A regra para elas diz que, somente poderão trabalhar aos domingos intercalados, ou seja, se trabalharem neste domingo, deverão folgar no próximo.

Leia Também: STF Forma Maioria Para Tornar Réus 100 Denunciados Por Atos Golpistas

Cálculo DSR sobre hora extra

Também existe regra para quando o colaborador realizar hora extra no domingo, o cálculo do DSR sobre hora extra deve incluir esse tempo. Esse cálculo é realizado da seguinte forma:

DSR = (valor total das horas extras realizadas no mês / dias úteis no mês) x domingos e feriados do mês.

De maneira detalhada, observe como calcular DSR sobre hora extra em etapas:

Primeiramente é necessário somar as horas extras realizadas no mês referente ao cálculo;

Em seguida, divida o total de horas pelo número de dias úteis do mês;

Multiplique o resultado pelo número de domingos e feriados;

Multiplique ao final, o resultado pelo valor da hora extra com acréscimo.

No entanto, sábados são considerados dias úteis, sendo importante atentar-se ao calendário, já que a quantidade de dias trabalhados pode variar de mês para mês, interferindo na contagem de DSR.

O Descanso Semanal Remunerado referente ao adicional noturno é calculado dessa forma:

Para os trabalhadores que atuam em período noturno, a CLT assegura um adicional de no mínimo 20%, da mesma forma que a própria Constituição Federal, enfatiza que a remuneração do trabalho noturno deve ser superior à do trabalho diurno.

Primeiro, somam-se as horas noturnas normais realizadas no mês;

Em seguida é dividido pelo número de dias úteis;

Multiplica-se pelo número de domingos e feriados;

Depois multiplica-se pelo valor da hora normal;

Em seguida, o resultado é multiplicado pelo percentual do adicional noturno (geralmente de 20%).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 27°

16° Sensação
3.6km/h Vento
55% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h52 Pôr do sol
Qui 29° 15°
Sex 30° 16°
Sáb 30° 17°
Dom 29° 16°
Seg 30° 16°
Atualizado às 08h37
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 -0,09%
Euro
R$ 5,91 -0,06%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,32%
Bitcoin
R$ 372,967,78 +0,18%
Ibovespa
129,110,38 pts -0.16%
Publicidade
Publicidade