14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

PF conclui análise do 1° lote de joias sauditas recebido por Bolsonaro

PF conclui análise do 1° lote de joias sauditas recebido por Bolsonaro

26/05/2023 às 15h45 Atualizada em 26/05/2023 às 18h45
Por: Esther Vasconcelos
Compartilhe:
Foto: Twitter / Reprodução / Agência Brasil
Foto: Twitter / Reprodução / Agência Brasil

Após um mês e meio de trabalho, especialistas em investigação criminal federais do Instituto Nacional de Criminalística (INC) da Polícia Federal concluíram a análise do primeiro lote de joias sauditas recebido pelo governo de Jair Bolsonaro (PL).

A caixa contendo joias femininas foi apreendida pela Alfândega do Aeroporto de Guarulhos (SP) depois de uma tentativa de entrada no Brasil sem o pagamento de impostos.

A análise preliminar indica que o conjunto, composto por um colar, anel, relógio e brincos de diamantes, poderia ter um valor aproximado de R$ 16,5 milhões.

O relatório elaborado pelos especialistas deverá revelar o valor real das joias e será um complemento ao inquérito em andamento, que está sob sigilo na Polícia Federal de São Paulo.

Durante a análise, um dos peritos foi enviado à Suíça para visitar a sede da Chopard, a marca das peças de luxo em questão.

Na visita, os peritos tiveram a oportunidade de se encontrar diretamente com os responsáveis pela confecção das joias.

Leia Também: BOMBA! Michelle Bolsonaro Recebeu Pessoalmente 2° Pacote De Joias, Diz Servidora

Análise

Durante o trabalho de análise, também foi realizado um exame detalhado das pedras de diamantes individualmente. Apenas o colar, por exemplo, continha aproximadamente 2.000 peças.

A perícia descobriu que um relógio da marca suíça pode ter um valor de aproximadamente R$ 800 mil. A avaliação dos valores dos brincos, abotoaduras e anéis foi registrada no laudo técnico, que ainda não foi divulgado.

As joias foram presenteadas à comitiva brasileira em outubro de 2021, durante a visita de uma equipe do ex-ministro de Minas e Energia à Arábia Saudita. O caso foi divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Foto: Twitter / Reprodução / Agência Brasil

O pacote foi entregue pela Receita Federal à Polícia Federal no final de março deste ano e foi transportado para Brasília, onde está localizada a sede do Instituto Nacional de Criminalística (INC), para a realização da perícia.

Em 24 de março, o delegado Adalto Machado, da Polícia Federal em São Paulo, solicitou ao Tribunal de Contas da União (TCU) a realização de uma perícia em outro pacote que fazia parte do acervo pessoal do ex-presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a investigação, a perícia do segundo conjunto ainda não foi iniciada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

16° Sensação
2.07km/h Vento
42% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h44 Nascer do sol
05h54 Pôr do sol
Qua 29° 15°
Qui 30° 16°
Sex 31° 15°
Sáb 31° 17°
Dom ° °
Atualizado às 23h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,57 -0,05%
Euro
R$ 6,07 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,32%
Bitcoin
R$ 394,576,77 -1,38%
Ibovespa
127,859,63 pts 0.19%
Publicidade
Publicidade