14°C 25°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Caso Renato Cariani: Desvendando as Acusações e Explorando os Perigos Inerentes aos Contadores em Cenários como este

Caso Renato Cariani: Desvendando as Acusações e Explorando os Perigos Inerentes aos Contadores em Cenários como este

12/12/2023 às 11h50 Atualizada em 12/12/2023 às 14h50
Por: Ricardo de Freitas
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (12) uma operação com o objetivo de desmantelar um esquema de tráfico de drogas e desviar produtos químicos utilizados na produção de crack.

O principal alvo da operação é a Anidrol, empresa química com sede em Diadema, grande São Paulo, que tem como sócio o influenciador fitness Renato Cariani, que postou nas redes sociais um grande número de fãs, com mais de 7 milhões de seguidores.

As Acusações Iniciais

"As investigações revelaram, ainda, que os envolvidos empregavam diversas metodologias para ocultar e dissimular a procedência ilícita dos valores recebidos, tais como interpostas pessoas e constituição de empresas fictícias", alega a polícia em nota.

"As pessoas relacionadas aos fatos investigados responderão, cada qual dentro da sua esfera de responsabilidade, pelos crimes de tráfico equiparado, associação para fins de tráfico, bem como pelo crime de lavagem de dinheiro. As penas cominadas podem ultrapassar 35 anos de reclusão", completa o texto.

Divulgação Policia Federal - Caso Cariani

Detalhando os Possíveis Crimes de Renato Cariani

A expressão "interpostas pessoas e constituição de empresas fictícias" refere-se a uma prática comumente utilizada para ocultar a verdadeira identidade dos beneficiários ou controladores de uma empresa ou de transações financeiras. Vou detalhar cada parte:

  1. Interpostas Pessoas: Este termo é frequentemente utilizado em contextos legais e financeiros e se refere ao uso de pessoas como intermediárias para ocultar a identidade do verdadeiro proprietário ou beneficiário de um negócio, ativos, ou transações financeiras. As pessoas interpostas agem como fachada, dando a impressão de que elas são as verdadeiras controladoras dos ativos ou das operações, enquanto, na realidade, estão agindo em nome de outra pessoa ou entidade.
  2. Constituição de Empresas Fictícias: Esta parte da expressão alude à criação de empresas que não têm operações comerciais reais e são utilizadas principalmente para fins de ocultação de patrimônio, lavagem de dinheiro ou evasão fiscal. Estas empresas, muitas vezes registradas em paraísos fiscais ou jurisdições com leis de sigilo bancário e corporativo fortes, servem como fachadas para esconder a identidade dos verdadeiros proprietários ou para realizar transações financeiras de maneira oculta.

Ambas as práticas são comuns em esquemas de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fiscal. Elas são maneiras de criar camadas de anonimato e complexidade para dificultar o rastreamento da origem e do destino dos fundos, assim como a identificação dos indivíduos verdadeiramente envolvidos.

Empresa Anidol - Imagem Facebook

Emitir Notas Fiscais Frias para grandes empresas, abordando a evasão fiscal:

A situação descrita sugere um cenário de fraude ou de manipulação financeira que ocorre sem o conhecimento da empresa envolvida. Aqui está uma possível explicação para essa situação:

  1. Fraude Externa: Uma entidade externa (ou indivíduo) está usando o nome da empresa de maneira fraudulenta para emitir notas fiscais. Essas notas podem ser utilizadas para uma variedade de fins ilícitos, como lavagem de dinheiro ou outras atividades fraudulentas. Neste caso, a empresa cujo nome está sendo usado indevidamente não está ciente das transações e não está recebendo o pagamento em dinheiro associado a essas notas.
  2. Pagamentos em Dinheiro Não Declarado: O fato de os pagamentos serem feitos em dinheiro e não declarados sugere uma tentativa de ocultar a transação das autoridades fiscais e regulatórias. Isso pode ser feito para evitar impostos, encobrir a origem ou o destino dos fundos, ou para outros fins ilícitos.
  3. Riscos para a Empresa: Mesmo que a empresa não esteja ciente dessas transações, ela pode enfrentar riscos significativos se seu nome estiver associado a atividades fraudulentas. Isso inclui danos à reputação, investigações legais e possíveis penalidades, caso seja considerada de alguma forma responsável ou cúmplice.
  4. Ações Recomendadas: Se uma empresa descobre que notas fiscais estão sendo emitidas em seu nome sem seu conhecimento, é crucial agir rapidamente. Isso pode incluir a realização de uma auditoria interna, notificar as autoridades competentes, e procurar aconselhamento legal para entender as implicações e as medidas a serem tomadas.

Se Apurado os Fatos, Quais os Crimes os Acusados poderão Responder?

No Brasil, as penalidades para o crime de tráfico de drogas e o desvio de produtos químicos utilizados na produção de substâncias ilícitas, como o crack, são regidas pela Lei nº 11.343/2006, conhecida como a Lei de Drogas. Vamos analisar cada aspecto:

  1. Tráfico de Drogas: De acordo com o artigo 33 da Lei de Drogas, o tráfico de drogas é um crime com pena de reclusão de 5 a 15 anos, além de pagamento de 500 a 1.500 dias-multa. Este é um crime inafiançável e insuscetível de sursis, graça, indulto, anistia ou liberdade provisória. A pena pode ser aumentada de um sexto a dois terços se o crime envolver ou se destinar à venda a crianças ou adolescentes ou a quem tenha, por qualquer motivo, diminuída ou suprimida a capacidade de entendimento e determinação.
  2. Desvio de Produtos Químicos: O artigo 33, §1º, inclui também o financiamento ou custeio de atividades de tráfico, assim como a fabricação, importação, exportação, aquisição ou guarda de matéria-prima, insumo ou produto químico destinados à preparação de drogas. As penalidades para esses crimes seguem as mesmas diretrizes do tráfico de drogas.
  3. Agravantes: Existem circunstâncias que podem aumentar a pena, como a prática do crime em locais próximos a escolas, envolvimento de menores, entre outros fatores.

Como um Contador pode monitorar clientes que supostamente praticam Crimes Tributários?

Um contador tem um papel crucial na identificação e prevenção da lavagem de dinheiro. Existem várias estratégias e práticas que podem ser adotadas para monitorar e identificar atividades suspeitas:

  1. Conhecer o Cliente (KYC): É essencial que os contadores conheçam bem seus clientes, incluindo a natureza de seus negócios, fontes de renda, e perfis de risco. Isso envolve verificar a identidade do cliente, entender a estrutura de propriedade da empresa, e estar ciente das atividades comerciais habituais do cliente.
  2. Educação e Treinamento Contínuo: Contadores devem estar atualizados com as leis e regulamentos de combate à lavagem de dinheiro, incluindo padrões internacionais e práticas recomendadas. Isso pode incluir treinamento regular sobre como identificar e relatar atividades suspeitas.
  3. Monitoramento de Transações: Observar transações incomuns ou suspeitas que não se alinham com as atividades normais do cliente. Isso pode incluir movimentações financeiras de grande valor, transações frequentes com pouco ou nenhum propósito comercial, ou mudanças abruptas no comportamento financeiro do cliente.
  4. Auditoria Interna e Controles: Implementar procedimentos robustos de auditoria interna e controles financeiros pode ajudar a identificar discrepâncias, incongruências nas contas ou transações não documentadas.
  5. Relatórios de Atividades Suspeitas: Se um contador suspeitar de lavagem de dinheiro, é importante que ele faça um relatório à autoridade competente, como o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) no Brasil. É crucial seguir os procedimentos legais e éticos ao relatar suspeitas.
  6. Políticas de Compliance e Ética: Desenvolver e aderir a políticas internas de compliance e ética que estabeleçam padrões claros e procedimentos para lidar com possíveis casos de lavagem de dinheiro.
  7. Manter Registros Detalhados: Manter registros detalhados de todas as transações financeiras para facilitar a auditoria e a revisão das atividades dos clientes.
  8. Uso de Tecnologia: Utilizar softwares de contabilidade e de monitoramento financeiro que podem ajudar a identificar padrões anormais e transações suspeitas automaticamente.

É importante lembrar que o papel do contador não é apenas detectar a lavagem de dinheiro, mas também prevenir tais atividades através de práticas éticas de negócios e conformidade regulatória. Ao suspeitar de atividades de lavagem de dinheiro, o contador deve agir de acordo com a lei e as diretrizes profissionais, mantendo a confidencialidade e a integridade profissional.

O Contador pode ser Penalizado Criminalmente se um Cliente utilizar métodos de Lavagem de Dinheiro?

Sim, um contador pode ser penalizado criminalmente se estiver envolvido ou se facilitar, de alguma forma, atividades de lavagem de dinheiro por parte de um cliente. A responsabilidade criminal depende de vários fatores, como o grau de envolvimento do contador nas atividades ilícitas, o conhecimento das práticas de lavagem de dinheiro, e a jurisdição específica. Vamos analisar algumas possíveis situações:

  1. Cumplicidade Direta: Se o contador estiver ativamente envolvido na lavagem de dinheiro, como ajudar a criar registros falsos ou ocultar transações ilícitas, ele pode ser considerado cúmplice e enfrentar penalidades criminais severas, incluindo prisão.
  2. Conhecimento e Negligência: Se o contador souber das atividades de lavagem de dinheiro do cliente e não agir (por exemplo, não reportar as atividades suspeitas às autoridades competentes), ele pode ser acusado de negligência ou cumplicidade. A negligência pode incluir falhar em realizar devida diligência ou ignorar sinais de alerta evidentes.
  3. Falha em Cumprir com as Regras de Compliance: Contadores estão sujeitos a leis e regulamentos específicos que exigem a identificação e relato de atividades suspeitas. A falha em cumprir com essas obrigações pode resultar em penalidades, incluindo multas e penalidades administrativas.
  4. Responsabilidade por Associação: Em alguns casos, mesmo que o contador não esteja diretamente envolvido na lavagem de dinheiro, ele pode ser responsabilizado simplesmente por não ter sistemas adequados para detectar ou prevenir tais atividades.
  5. Defesa: É importante notar que para ser penalizado, geralmente deve-se demonstrar que o contador tinha conhecimento ou deveria razoavelmente ter conhecimento das atividades ilícitas. A defesa pode incluir a demonstração de que o contador aderiu às práticas de diligência devida e reportou atividades suspeitas conforme necessário.

A extensão da responsabilidade criminal varia conforme as leis específicas de cada país e as circunstâncias do caso. Contadores devem estar sempre vigilantes, aderindo estritamente às práticas éticas e legais, e devem reportar qualquer suspeita de atividades ilícitas às autoridades competentes.

Renato Cariani
Renato Cariani / Imagem de Divulgação @renato_cariani / Instagram

Um Pouco mais Sobre Renato Cariani e suas Empresas

Renato Cariani é um influenciador do mundo fitness e fisiculturista com significativa presença nas redes sociais, possuindo mais de 7 milhões de seguidores no Instagram e 6 milhões no YouTube​​. Além de sua atuação como atleta e influenciador, ele também é um empresário ativo em várias áreas.

Cariani tem participação em diversas empresas, sendo sócio em pelo menos seis CNPJs no estado de São Paulo, segundo registros da Receita Federal do Brasil. Entre estas, a empresa mais antiga é a CARIANI PARTICIPACOES LTDA, fundada em 1970 e atualmente inativa, enquanto a mais recente é a ANIDROL INDUSTRIA QUIMICA LTDA, fundada em 1981 e ainda ativa​​.

Além disso, ele é sócio minoritário em empresas em setores diversos, incluindo cosméticos, tecnologia e entretenimento, sendo reconhecido por investir em negócios inovadores e promissores​​. Cariani também é sócio do grupo Supley, que abrange marcas como Max Titanium (suplementos esportivos), Dr. Peanut (alimentos à base de amendoim) e Probiótica (suplementação e nutrição esportiva)​​.

É importante destacar que, recentemente, uma das empresas da qual Renato Cariani é sócio foi suspeita de desviar produtos químicos para a produção de crack, tornando-se alvo de uma operação da Polícia Federal​​. Isso indica que, além das atividades comerciais legítimas, houve preocupações com práticas ilegais em uma das empresas associadas a ele.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 25°

24° Sensação
4.63km/h Vento
29% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h51 Pôr do sol
Ter 27° 15°
Qua 28° 15°
Qui 29° 16°
Sex 31° 16°
Sáb 31° 17°
Atualizado às 14h30
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,26%
Euro
R$ 5,93 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,08%
Bitcoin
R$ 365,498,03 +9,98%
Ibovespa
129,393,16 pts 0.38%
Publicidade
Publicidade