14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Justiça Argentina para Reforma trabalhista de Milei

Justiça Argentina para Reforma trabalhista de Milei

04/01/2024 às 10h00 Atualizada em 04/01/2024 às 13h00
Por: Leonardo Grandchamp
Compartilhe:
Presidente Javier Milei
Presidente Javier Milei

Nesta quarta-feira (3), a Justiça argentina interveio na reforma trabalhista, parte integrante do extenso decreto promulgado pelo presidente Javier Milei duas semanas atrás. A medida foi suspensa em resposta a uma ação movida pela Confederação Geral do Trabalho (CGT), a principal confederação sindical do país.

O decreto, composto por mais de 300 medidas visando desregulamentar a economia, revoga e altera leis relacionadas ao âmbito trabalhista, abordando temas como contratos de trabalho, motivos de demissão e compensações por rescisão, entre outros.

Leia também: Curiosidades sobre Javier Milei novo Presidente da Argentina que você nem imagina

A CGT tem se oposto firmemente ao texto desde a sua publicação. Após a apresentação de um projeto de lei alinhado à postura ultraliberal de Milei, que assumiu a presidência em 10 de dezembro, a CGT anunciou uma greve nacional para o final de janeiro.

A juíza Andrea García Vior, da Câmara Nacional de Recursos Trabalhistas, concedeu uma medida cautelar "suspendendo a aplicabilidade das disposições" referentes ao trabalho no decreto do presidente Milei.

Leia também: Javier Milei É Um Libertário. O Que Significa Isso?

A decisão pode ser contestada pelo governo.

Em comunicado, a CGT afirmou que a "decisão judicial freia a reforma trabalhista regressiva e prejudicial aos trabalhadores".

Apesar da vigência do decreto de Milei, este pode ser revogado pelo Congresso Nacional se for rejeitado em ambas as câmaras. Tanto o decreto quanto um amplo projeto de lei do governo têm sido alvo de críticas intensas, especialmente porque o partido governista não detém a maioria tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado.

Apesar de o Congresso argentino normalmente estar fechado para o recesso de verão nesta época do ano, Milei convocou sessões extraordinárias até o final do mês para discutir o projeto de lei enviado pelo governo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

24° Sensação
3.99km/h Vento
22% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h55 Pôr do sol
Sex 29° 15°
Sáb 30° 15°
Dom 31° 17°
Seg 32° 18°
Ter 32° 19°
Atualizado às 11h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,64 -0,29%
Euro
R$ 6,12 -0,17%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,39%
Bitcoin
R$ 386,636,88 -1,70%
Ibovespa
125,751,02 pts -0.53%
Publicidade
Publicidade