13°C 26°C
Uberlândia, MG
Publicidade

BPC: Benefício para idosos de baixa renda que nunca contribuíram ao INSS

Descubra como o BPC proporciona segurança financeira para idosos de baixa renda que nunca contribuíram ao INSS.

06/06/2024 às 11h06 Atualizada em 06/06/2024 às 18h13
Por: Mariana Santos de Freitas
Compartilhe:
BPC: Benefício para idosos de baixa renda que nunca contribuíram ao INSS (Foto: Freepik)
BPC: Benefício para idosos de baixa renda que nunca contribuíram ao INSS (Foto: Freepik)

O BPC é um benefício para idosos concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a brasileiros com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade que comprovem baixa renda. Mesmo que nunca tenham contribuído ao INSS, esses cidadãos têm direito ao benefício, que busca garantir uma renda mínima para aqueles em situação de vulnerabilidade econômica.

Este benefício é uma política pública fundamental para assegurar dignidade e amparo a uma parcela da população que, devido à falta de contribuições ao longo da vida, não tem acesso a outros tipos de aposentadorias. O BPC atua como uma rede de segurança social, oferecendo suporte financeiro básico para que essas pessoas possam atender suas necessidades essenciais e viver com um mínimo de conforto e segurança.

Agência Brasil / Marcelo Camargo

Agência Brasil / Marcelo Camargo

 

Quem tem direito ao BPC?

O BPC é destinado a dois grupos principais:

  1. Idosos: Pessoas com 65 anos ou mais.
  2. Pessoas com Deficiência: Indivíduos de qualquer idade que comprovem impedimentos de longo prazo (mínimo de dois anos) de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

Para ter direito ao benefício, a renda familiar per capita deve ser inferior a um quarto do salário mínimo vigente. Em 2024, este valor é de R$ 353 (considerando o salário mínimo de R$ 1.412).

Requisitos e como calcular a renda familiar

Para calcular a renda per capita da família, são considerados os rendimentos de todos os membros que residem na mesma casa, incluindo:

  • O próprio beneficiário.

  • Cônjuge ou companheiro.

  • Pais ou madrasta/padrasto.

  • Irmãos solteiros.

  • Filhos e enteados solteiros.

  • Menores tutelados.

Soma-se os rendimentos de todos e divide-se pelo número de pessoas na família para determinar a renda per capita. Esse cálculo é essencial para verificar se a família se enquadra no critério de baixa renda.

Valor do BPC

O valor do BPC é equivalente a um salário mínimo, atualmente é de R$ 1.412. É importante ressaltar que este benefício não pode ser acumulado com outros benefícios da seguridade social, como aposentadorias, pensões e seguro-desemprego. No entanto, pode ser acumulado com benefícios de assistência médica e pensões de natureza indenizatória.

Como solicitar o BPC

Para solicitar o BPC, é necessário seguir alguns passos:

  1. Cadastro no CadÚnico: O primeiro passo é se cadastrar no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal. Um dos membros da família, não necessariamente o futuro beneficiário, deve ir a um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) com os documentos necessários: CPF, documento com foto e título de eleitor ou carteira de trabalho de todas as pessoas que moram na mesma casa. Documentos como comprovante de endereço e matrícula escolar também podem facilitar o cadastro.

  2. Pedido no Meu INSS: Após o cadastro no CadÚnico, o próximo passo é fazer o pedido do BPC pelo site ou aplicativo Meu INSS. O processo envolve:

    • Acessar a opção "Agendamentos/Requerimentos".

    • Clicar em "Novo Requerimento" e atualizar os dados, se necessário.

    • Procurar por "Benefícios Assistenciais" e selecionar "Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência" ou "Benefício Assistencial ao Idoso".

O INSS verificará as informações no CadÚnico. Se necessário, o beneficiário será comunicado para fornecer dados adicionais. Pessoas com deficiência precisarão agendar uma avaliação social e médica.

Manutenção e cancelamento do BPC

O BPC não é vitalício e pode ser cancelado se a renda da família aumentar ou se o beneficiário não apresentar mais os impedimentos relacionados à deficiência. O cadastro no CadÚnico deve ser atualizado a cada dois anos para evitar a suspensão do benefício.

O Benefício de Prestação Continuada é uma importante ferramenta de apoio para idosos e pessoas com deficiência em situação de baixa renda, garantindo uma renda mínima para quem mais precisa. Entender os requisitos e o processo de solicitação é essencial para acessar este direito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
14°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 26°

13° Sensação
3.6km/h Vento
72% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h51 Pôr do sol
Seg 28° 15°
Ter 28° 15°
Qua 29° 15°
Qui 30° 16°
Sex 31° 17°
Atualizado às 08h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 343,196,04 +3,53%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade