17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Saque do FGTS será suspenso? Veja as mudanças prestes a ocorrer

Trabalhadores precisam se preparar para possíveis mudanças no acesso ao FGTS

08/07/2024 às 15h40
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
saque do FGTS suspenso / Imagem Freepik
saque do FGTS suspenso / Imagem Freepik

Trabalhadores com registro em carteira estão apreensivos diante das recentes discussões sobre a possibilidade de suspensão dos saques do FGTS.

Essa apreensão se deve aos resgates não autorizados por aqueles que optaram pelo saque-aniversário, modalidade que permite a retirada anual de uma parte do saldo disponível no fundo de garantia, mas impede o saque total em caso de demissão sem justa causa.

Embora o saque-aniversário ofereça mais flexibilidade ao trabalhador, também gera preocupações sobre o futuro acesso ao saldo total acumulado ao longo dos anos de trabalho.

As inquietações aumentaram especialmente após informações indicarem que o governo está avaliando a possibilidade de suspender temporariamente os saques do FGTS para controlar os impactos econômicos causados pela pandemia e garantir a sustentabilidade do fundo a longo prazo.

Essa perspectiva de suspensão gera incertezas entre os trabalhadores, que veem no FGTS uma importante reserva financeira para momentos de necessidade.

Sindicatos e representantes de trabalhadores estão buscando esclarecer os direitos dos trabalhadores e acompanhar de perto qualquer movimentação do governo que possa afetar o acesso ao fundo.

É recomendável que os trabalhadores sigam as atualizações oficiais e estejam cientes das condições do saque-aniversário, para tomar decisões financeiras informadas e proteger seu patrimônio acumulado no fundo de garantia.

Leia também: Lucro do FGTS 2024: aposentados também têm direito?

Fim do saque-aniversário do FGTS

Como falado acima, o saque-aniversário do FGTS pode estar com os dias contados, enfrentando desafios significativos para sua extinção e substituição.

A proposta ainda precisa passar por trâmites legislativos, sendo necessária a aprovação no Congresso Nacional. Confira os principais pontos de atenção relacionados a essa transição:

1 – Desafios:

  • Legislação: o projeto para acabar com o saque-aniversário do FGTS precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional, o que pode envolver negociações complexas e oposição política;

  • Acessibilidade: será necessário definir novas regras para que os trabalhadores demitidos possam acessar o fundo em condições diferentes das atuais. Isso inclui a criação de normas claras que garantam a proteção dos direitos dos trabalhadores;

  • Recursos comprometidos: cerca de R$ 100 bilhões do FGTS estão comprometidos com empréstimos já existentes, o que pode afetar a liquidez do sistema. A gestão desses recursos será crucial para garantir a transição sem impactos negativos para os beneficiários;

  • Infraestrutura digital: a operacionalização do novo sistema exigirá uma robusta infraestrutura digital. O governo planeja integrar essa nova estrutura com plataformas como o e-Social e o sistema atual do FGTS, garantindo eficiência e segurança nas transações.

2 – Oportunidades:

O Ministério do Trabalho e Emprego sugere que o saque-aniversário do FGTS poderá ser substituído pelo consignado social. Esta nova modalidade promete oferecer empréstimos com taxas de juros mais baixas do que as atualmente praticadas no mercado.

Com essa mudança, espera-se que milhões de brasileiros tenham maior poder de compra e uma melhor gestão financeira. Além de beneficiar os trabalhadores, a medida também visa estimular a economia, promovendo um aumento no consumo e nos investimentos pessoais.

A transição para o consignado social representa não apenas um desafio legislativo e operacional, mas também uma oportunidade para modernizar o acesso ao FGTS e proporcionar melhores condições financeiras para os trabalhadores brasileiros.

Leia também:FGTS: nascidos em julho podem retirar o saque-aniversário!!

Transição do saque-aniversário do FGTS

O Governo Federal propôs o fim do saque-aniversário do FGTS, exigindo uma transição simples para os trabalhadores que desejam retornar ao saque-rescisão. O processo pode ser realizado facilmente pelo aplicativo FGTS. Abaixo, veja o passo a passo para efetuar essa mudança:

  1. Acesse o aplicativo FGTS: faça login no aplicativo FGTS utilizando suas credenciais;

  2. Inicie o cancelamento do saque-aniversário: após entrar no aplicativo, selecione a opção “Saque-Aniversário”;

  3. Escolha a modalidade saque-rescisão: na tela da opção de Saque-Aniversário, clique em “Modalidade saque-rescisão”;

  4. Confirme a mudança: o aplicativo solicitará a confirmação da mudança de modalidade, informando que o saque-rescisão só será efetivado após 25 meses. Para confirmar, clique na opção “Sim”;

  5. Finalização: após confirmar, o cancelamento do Saque-Aniversário estará concluído. Você poderá acompanhar o histórico e o status do seu FGTS pelo próprio aplicativo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

21° Sensação
2.57km/h Vento
43% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Dom 28° 15°
Seg 29° 16°
Ter 29° 16°
Qua 30° 16°
Qui ° °
Atualizado às 23h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 332,746,72 +0,38%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade