17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Estado de Minas Gerais responsabiliza contador por dívida de cliente

Este caso tem levantado discussões sobre a extensão da responsabilidade dos contadores e as consequências legais que podem enfrentar.

10/07/2024 às 07h54
Por: Ricardo de Freitas Fonte: Redação
Compartilhe:
Estado de Minas Gerais responsabiliza contador por dívida de cliente
Estado de Minas Gerais responsabiliza contador por dívida de cliente

Recentemente, a fiscalização do ICMS de Minas Gerais prendeu o proprietário de um escritório de contabilidade, responsabilizando-o como coobrigado em um Auto de Infração emitido contra uma empresa cliente. Este caso tem levantado discussões sobre a extensão da responsabilidade dos contadores e as consequências legais que podem enfrentar.

Contexto do Caso

O contador foi inicialmente contratado para realizar todos os procedimentos necessários para a abertura da empresa. Entretanto, após a formalização, a empresa não enviou ao contador nenhum documento ou informação que indicasse o início de suas atividades. Com base na falta de informações, o contador procedia enviando mensalmente declarações negativas, assumindo que a empresa ainda não havia começado suas operações.

Investigação e Acusação

A fiscalização do ICMS, ao investigar a empresa, descobriu que ela havia iniciado suas atividades sem comunicar adequadamente ao contador. Isso resultou em um Auto de Infração devido a irregularidades fiscais e sonegação de impostos. Devido à natureza da relação entre a empresa e o contador, e ao envio de informações fiscais incorretas (mesmo que por falta de comunicação), o contador foi incluído como coobrigado no Auto de Infração.

Prisão do Contador

As autoridades concluíram que o contador, embora não fosse o responsável direto pelas operações da empresa, tinha a obrigação de garantir que todas as informações fiscais fossem precisas e atualizadas. A falta de diligência em verificar a veracidade das declarações enviadas resultou na sua prisão sob acusações de cumplicidade em sonegação fiscal.

Implicações para Profissionais da Contabilidade

Este caso serve como um alerta significativo para contadores e escritórios de contabilidade sobre a importância de manter uma comunicação clara e precisa com seus clientes. A responsabilidade compartilhada em casos de infração fiscal pode levar a consequências severas, incluindo a prisão. Os contadores devem assegurar que todas as declarações fiscais sejam baseadas em informações completas e verdadeiras fornecidas pelos clientes, e manter registros detalhados de todas as comunicações.

Considerações do Jornal Contábil

A prisão do contador em Minas Gerais destaca a importância da diligência profissional e da comunicação eficaz entre contadores e seus clientes. Este caso reforça a necessidade de práticas rigorosas de documentação e verificação para evitar implicações legais severas.

Para mais informações detalhadas e atualizações sobre a regulamentação do ICMS e responsabilidades dos contadores, é recomendável consultar as fontes oficiais do governo de Minas Gerais e fóruns especializados em contabilidade​ (Fazenda MG)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
AlexandreHá 2 dias Lagoa SantaQual o numero do processo? Favor verificar no link: https://jus.com.br/artigos/110092/estado-de-minas-gerais-cobra-contador-por-divida-de-cliente
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

21° Sensação
2.57km/h Vento
43% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Dom 28° 15°
Seg 29° 16°
Ter 29° 16°
Qua 30° 16°
Qui ° °
Atualizado às 23h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 333,354,16 +0,56%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade