17°C 30°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Greve no INSS: ameaça à prorrogação de benefícios e como se proteger

A possibilidade de uma nova greve no INSS está causando grande preocupação entre os segurados, especialmente aqueles que dependem da prorrogação de benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez

11/07/2024 às 07h18
Por: Ricardo de Freitas Fonte: Redação
Compartilhe:
Greve no INSS: ameaça à prorrogação de benefícios e como se proteger
Greve no INSS: ameaça à prorrogação de benefícios e como se proteger

A possibilidade de uma nova greve no INSS está causando grande preocupação entre os segurados, especialmente aqueles que dependem da prorrogação de benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. A paralisação dos servidores pode impactar diretamente o andamento dos processos, gerando atrasos e incertezas para quem precisa do benefício continuado.

Entenda o risco da greve para a prorrogação:

A Data de Cessação do Benefício (DCB) é o prazo final para o recebimento do benefício. Para garantir a continuidade, é necessário solicitar a prorrogação dentro do prazo, geralmente com 15 dias de antecedência à DCB. No entanto, a greve pode prejudicar esse processo de diversas formas:

  • Suspensão do atendimento: Agências fechadas e serviços online indisponíveis dificultam o acesso à informação e o agendamento de perícias médicas, essenciais para a análise da prorrogação.

  • Atraso na análise dos processos: Com a paralisação dos servidores, a análise dos pedidos de prorrogação pode ficar suspensa, levando a atrasos na concessão do benefício e possíveis interrupções no pagamento.

  • Dificuldade de comunicação: A falta de atendimento presencial e a sobrecarga dos canais de comunicação online podem dificultar o contato com o INSS para tirar dúvidas e resolver problemas.

Como se proteger e garantir a prorrogação do seu benefício:

  1. Antecipe o pedido: Não espere a última hora para solicitar a prorrogação. Acesse o Meu INSS regularmente e verifique se a opção já está disponível. Quanto antes você iniciar o processo, maiores as chances de ter o benefício prorrogado sem interrupções, mesmo com a greve.

  2. Prepare a documentação: Tenha em mãos todos os laudos médicos atualizados, exames e relatórios que comprovem a necessidade de continuar recebendo o benefício. Organize a documentação com antecedência para agilizar o processo.

  3. Acompanhe as notícias: Fique atento às informações sobre a greve e as orientações do INSS. Consulte fontes confiáveis e evite boatos e informações falsas.

  4. Busque orientação profissional: Em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um advogado especialista em direito previdenciário. Ele poderá te orientar sobre os seus direitos e as melhores estratégias para garantir a prorrogação do seu benefício.

A importância de agir com antecedência:

O caso do segurado de um segurado ilustra a importância de agir com antecedência. Com a DCB marcada para 23/08/2022, ele foi orientado a ficar atento ao sistema Meu INSS a partir de 08/08, quando a opção de prorrogação estaria disponível. Essa antecipação garantiria que o processo fosse iniciado antes da possível greve, evitando transtornos e atrasos.

Conclusão:

A greve no INSS representa uma ameaça real para quem depende da prorrogação de benefícios. No entanto, com planejamento e informação, é possível se proteger e garantir a continuidade do seu benefício. Antecipe o pedido, prepare a documentação, acompanhe as notícias e busque orientação profissional. Agindo com antecedência, você estará mais preparado para enfrentar os desafios e garantir seus direitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
22°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 30°

21° Sensação
2.57km/h Vento
43% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Dom 28° 15°
Seg 29° 16°
Ter 29° 16°
Qua 30° 16°
Qui ° °
Atualizado às 23h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 333,308,75 +0,55%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade