Nova CNH começa a valer dia 1º de junho, veja o que muda

A nova CNH será implementada no país a partir do dia 1º de junho e trará diversas mudanças

No dia 1º de junho entrará em vigor a Resolução 886 publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ainda em dezembro de 2021, que trará o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O novo modelo da CNH trará consigo diversas mudanças que passam desde o visual mais moderno, itens de segurança, como também novas subcategorias.

Basicamente a nova Carteira de Motorista trará mudanças em três pontos que destrincharemos a partir de agora, como o visual, os itens de segurança, assim como também novas subcategorias.

Mudanças visuais

Com relação as mudanças visuais, o documento deixará de ser predominantemente verde para ter uma combinação nas cores da bandeira do Brasil (verde e amarelo).

Além da cor, outra mudança é com o posicionamento da assinatura do motorista, que ficará logo abaixo da foto, diferente de como funciona hoje, onde a assinatura é exibida somente após a dobra do documento.

O novo documento, trará na parte inferior um quadro com silhuetas dos tipos de veículos, em que será acompanhado do código da categoria em que cada condutor estará habilitado a dirigir.

Também teremos um quadro de observações, com o objetivo de esclarecer quais são as possíveis restrições médicas de determinado condutor, como por exemplo, a necessidade de dirigir com óculos.

Documento mais seguro

Nas questões de segurança, o novo modelo da Carteira de Motorista teremos um padrão europeu em que são aplicados mais dispositivos de segurança.

Entre os dispositivos de segurança teremos uma tinta especial fluorescente que brilha no escuro, além de outros itens que são visíveis apenas com luz ultra violeta.

O QR Code como já vem sido disponibilizado desde 2017 também continuará sendo impresso, tendo em vista que permite a validação online e offline do documento. Assim como haverá um holograma na parte inferior do documento.

Novas subcategorias

As categorias existentes (A, B, C e D), serão mantidas normalmente, porém, agora será implementado o dígito 1 à frente da letra para identificar quais veículos os motoristas podem dirigir.

Contudo, faltando duas semanas para sua implantação, ainda não está claro como serão definidas as novas categorias de habilitação, que substituirão as atuais A, B, C e D.

O setor de autoescolas, por exemplo, aguarda a definição dessas “subcategorias” para que seja possível adaptar o treinamento às mudanças.

Os novos códigos deverão ser especificados pelo Contran ainda este mês, conforme expectativa dos sindicatos de formação de condutores.

Por fim, a Permissão para Dirigir na nova CNH agora será identificado pela letra “P”, enquanto donoso de CNH definitiva serão identificados pela letra “D”.

A nova CNH também contará com o campo Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC).

Troca do documento será obrigatória?

Não será necessário realizar a troca do atual modelo da CNH pelo novo modelo. Isso porque o atual documento será aceito até o fim de sua validade.

O processo de implementação da nova Carteira de Motorista será gradativa, onde, vão começar a receber inicialmente, as pessoas que estão tirando a habilitação pela primeira vez, como quem está tirando a segunda via ou renovando o documento.

Assim, motoristas com a carteira regular deverão realizar a troca do documento somente na próxima troca, quando for preciso passar pelo processo de renovação.

Comentários estão fechados.