Novo Auxílio Brasil: Mães solteiras receberão R$ 1.200?

O auxílio beneficia mais de 18 milhões de famílias

O Auxílio Brasil é um programa de assistência social administrado pelo Ministério da Cidadania, visando apoiar famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Atualmente o auxílio beneficia mais de 18 milhões de famílias, que recebem mensalmente o valor de R$ 400.

Porém a partir de agosto isso irá mudar, porque o Congresso Nacional aprovou o aumento do valor do Auxílio Brasil para R$ 600.

Esses pagamentos com novo valor começaram em agosto e seguirão até dezembro deste ano. Mas uma dúvida que surge é se as mães solteiras poderão receber R$ 1.200 no novo valor do auxílio.

Mães solteiras poderão receber R$ 1.200?

Novo Auxílio Brasil não prevê um pagamento de R$ 1.200 para mães solteiras. Essa indagação aconteceu pois no antigo benefício o auxílio emergencial enquanto a maioria recebia R$ 600, as mães solo, poderiam receber o saldo de R$ 1,2 mil.

Porém existe o Projeto de Lei 2.099/20, que permanece em trâmite no Congresso Nacional desde o mês de novembro de 2020. 

O PL estabelece um auxílio permanente no valor de R$ 1.200. para mães solteiras chefes de família. E no dia 20 de maio, o texto voltou a ser discutido na Câmara.

O recurso determina que mulheres chefes de família sem cônjuge ou companheiro, e tenha ao menos uma pessoa menor de 18 anos, em situação de pobreza ou extrema pobreza, tenham direito ao benefício

Calendário Auxílio Brasil

  • NIS final 1 – Recebe dia 18 de julho;
  • NIS final 2 – Recebe dia 19 de julho;
  • NIS final 3 – Recebe dia 20 de julho;
  • NIS final 4 – Recebe dia 21 de julho;
  • NIS final 5 – Recebe dia 22 de julho;
  • NIS final 6 – Recebe dia 25 de julho;
  • NIS final 7 – Recebe dia 26 de julho;
  • NIS final 8 – Recebe dia 27 de julho;
  • NIS final 9 – Recebe dia 28 de julho;
  • NIS final 0 – Recebe dia 30 de julho.

Mudança no calendário

O Ministério da Cidadania pode antecipar o pagamento do novo valor do Auxílio Brasil. A primeira parcela de R$ 600 estava prevista para ser depositada a partir do dia 18 de agosto.

O motivo para antecipar o pagamento do novo valor desvincular a imagem do Auxílio Brasil do Bolsa Família, benefício criado pelo ex-presidente Lula, cujos depósitos também ocorriam na última quinzena do mês.

O calendário antecipado ficaria da seguinte forma:

  • 9 de agosto: inscritos com NIS final 1;
  • 10 de agosto: inscritos com NIS final 2;
  • 11 de agosto: inscritos com NIS final 3;
  • 12 de agosto: inscritos com NIS final 4;
  • 15 de agosto: inscritos com NIS final 5;
  • 16 de agosto: inscritos com NIS final 6;
  • 17 de agosto: inscritos com NIS final 7;
  • 18 de agosto: inscritos com NIS final 8;
  • 19 de agosto: inscritos com NIS final 9;
  • 22 de agosto: inscritos com NIS final 0;

Comentários estão fechados.