É isso mesmo! Em plena pandemia (com agências fechadas e isolamento social) o INSS anunciou que 1,7 milhão de benefícios serão revisados e os beneficiários deverão apresentar os documentos solicitados, se quiserem continuar recebendo a parcela.

O INSS vai encaminhar notificação via Correios para apresentação dos documentos no prazo de 60 dias.

Recebida a notificação o beneficiário deverá

  • Providenciar os documentos;
  • Digitalizar e encaminhar os documentos pelo sistema do Meu INSS através do item “Atualização de Dados do Benefício”;
  • Se não conseguir enviar os documentos pelo Meu INSS, o beneficiário deve ligar para 135 e agendar o serviço de “Entrega de Documentos por Convocação” (para entrega dos documentos na APS).

Caso não sejam apresentados os documentos solicitados pelo INSS em 60 dias o benefício será suspenso e após 30 dias da suspensão o benefício será bloqueado.

Dica: Mesmo que não consiga os documentos solicitados dentro dos 60 dias faça alguma manifestação no Meu INSS informando a dificuldade e requerendo maior prazo. Só não deixe passar em branco o prazo.

Conteúdo original Juscivaldo Amorim Advogado especializado em direito previdenciário (concessão e revisão de benefícios do INSS) e direito do trabalho (ajuizamento de ações e defesas trabalhistas administrativas e judiciais). Sócio fundador do escritório Amorim & Advogados Associados, com atuação na região do Vale do São Francisco.