Novo pente-fino pode suspender benefício de 1,7 milhão de segurados do INSS

0

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que desde de setembro está notificando aqueles que possuem seguros ou benefícios que foram revisados administrativamente.

A revisão é ato discricionário da autarquia, ou seja, o segurado pode ser convocado a qualquer momento.

Sendo assim, 1,7 milhão de benefícios precisam ser novamente analisados, por meio de documentos que comprovem a sua concessão.

Desta forma, os beneficiários estão sendo notificados por meio de cartas, tendo 60 dias para responder ao INSS após ter ciência da notificação.

Para auxiliar os segurados que ainda tem dúvidas sobre sua situação, vamos explicar como tem ocorrido essa nova comprovação e quais são os requisitos para não perder o benefício.

Além da carta, segundo o INSS, também é possível acessar o site Meu INSS ou aplicativo, para verificar se há alguma correspondência digital relacionada ao benefício na seção “Minas Mensagens”. 

Fui notificado, como proceder?

Neste caso, o INSS informou que será necessário fazer o envio dos documentos do beneficiário por meio do Meu INSS, que deve ser acessado com login e senha.

O serviço solicitado é a ‘Atualização de Dados de Benefício’, onde será anexando cópia dos documentos pessoais ou representante legal se houver, além da carteira de trabalho e Previdência Social (CTPS).

Se tiver alguma dificuldade, o interessado pode agendar atendimento nas agências do INSS, por meio do telefone 135.

O que acontece se não enviar a documentação? 

Aquele segurado que for notificado e não der uma resposta ao INSS dentro do prazo de 60 dias, pode ter o benefício suspenso.

Se completar 30 dias de suspensão e o mesmo não apresentar suas documentações terá o benefício bloqueado e pode perder o acesso ao recurso que foi disponibilizado.

Por isso, confira cinco dicas para não perder o benefício:

Recurso: O beneficiário deve estar atentos às notificações, além de datas relacionadas à comprovação das informações prestadas ao INSS.

Dentre eles, está o recurso quando o benefício é suspenso.

Neste caso, é preciso fazer uma boa defesa com todos os documentos necessários à comprovação das informações, para que a solicitação não seja julgada improcedente. 

Perícia: Caso tenha que marcar uma perícia necessária à obtenção de benefícios como auxílio-doença ou acidente, esteja atento ao prazo.

Se o segurado precise aumentar o tempo de afastamento para recuperação, deve remarcar a perícia antes do prazo final do benefício.

Se isso não for feito, ficará pelo menos 30 dias impossibilitado de realizar nova perícia, o que pode prejudicar o recebimento do benefício.

Histórico Médico: Sempre mantenha seus dados atualizados junto ao INSS, bem como, o histórico médico de sua enfermidade (auxílio-doença; acidente ou aposentadoria por invalidez).

Faça consultas periódicas, guarde relatórios, atestados, prescrições médicas e laudos que podem comprovar sua situação caso precise fazer a revisão do benefício. 

Prova de Vida: Anualmente, os beneficiários do INSS que recebem por meio de conta poupança, conta corrente ou cartão magnético devem fazer a prova de vida, que nada mais é que uma comprovação de que a pessoa está viva, para evitar fraudes, além do recebimento do recurso por outra pessoa.

Sendo assim, o segurado precisa ir até a instituição financeira onde recebe os valores, tendo em mãos documento com foto.

Caso contrário, também é motivo para que o benefício seja bloqueado. 

Atos Incompatíveis: Um ato incompatível é quando uma pessoa realiza trabalhos que não deveriam tendo em vista sua condição e o benefício que recebe.

Caso a Previdência  fique sabendo, seja por testemunhas ou fotos em redes sociais que demonstram a possibilidade de estar recuperado da enfermidade ou que possui condições de retornar ao trabalho, será cancelado o benefício.

O caso pode ainda ser denunciado ao Ministério Público Federal. 

Canais de atendimento INSS: 

1 meu.inss.gov.br

2 Telefone 135

3 Aplicativo Meu INSS: Google Play, App Store

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Samara Arruda