Novo saque do FGTS é liberado nesta quarta para 3,6 milhões

Confira todas as informações sobre o pagamento do saque extraordinário do FGTS

Nesta quarta-feira (18), a Caixa Econômica Federal depositará o saque extraordinário de até R$ 1 mil aos trabalhadores nascidos no mês de junho.

No total, serão 3,6 milhões de trabalhadores nascidos no mês de junho com direito ao saque extraordinário por terem saldo tanto em contas ativas ou inativas do FGTS.

Para os mais de 3,6 milhões de trabalhadores com o saldo liberado a partir desta quarta, as contas do governo é que até R$ 2,8 bilhões possam ser injetados na economia.

O saque extraordinário começou a ser realizado no dia 20 de abril e seguirá até o próximo dia 15 de junho, em um calendário escalonado conforme o mês de aniversário do trabalhador.

Calendário do saque extraordinário

Os trabalhadores nascidos de abril a maio já estão com o saldo liberado para movimentação, os próximos pagamentos agora são para nascidos em junho e dezembro, confira:

Pagamentos desta semana

  • Nascidos em junho: recebem dia 18 de maio;
  • Nascidos em julho: recebem dia 21 de maio.

Pagamentos das próximas semanas

  • Nascidos em agosto: recebem dia 25 de maio;
  • Nascidos em setembro: recebem dia 28 de maio;
  • Nascidos em outubro: recebem dia 1º de junho;
  • Nascidos em novembro: recebem dia 8 de junho;
  • Nascidos em dezembro: recebem dia 15 de junho.

Os trabalhadores podem consultar o valor disponível e a data de recebimento por meio do aplicativo do FGTS (disponível na Google Play e na App Store) e também em agências da Caixa Econômica Federal.

Assim que o dinheiro for depositado na conta poupança social digital o trabalhador que não quiser utilizar o montante pode solicitar que o montante volte às contas do FGTS.

Esse processo de solicitação de não recebimento pode ser feito pelo aplicativo do FGTS ou nas agências da Caixa, o prazo para isso será até 10 de novembro.

Contudo, caso o trabalhador não queira utilizar o dinheiro liberado, não informar e não sacar até o dia 15 de dezembro, o montante voltará à conta de origem do FGTS.

Os trabalhadores com saldo nas contas e que por ventura não recebam no dia do calendário deverão acessar o aplicativo do FGTS ou se dirigir a uma agência da Caixa para solicitar o resgate dos valores.

Comentários estão fechados.