Novo saque do FGTS será liberado. Veja quem recebe

A Caixa Econômica Federal informou que aproximadamente 42 milhões de trabalhadores com saldo disponível têm direito ao saque do FGTS

Quando o governo liberou o saque do FGTS Extraordinário ajudou muitos brasileiros que estavam com sua vida financeira bem complicada. Uma minoria pegou o dinheiro para usar em laser, a maioria  preferiu pagar contas. Embora o valor de R$ 1.000 possa parecer pouco, beneficiou uma grande parte dos trabalhadores.

O valor foi liberado para quem tinha saldo positivo nas contas ativas ou inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Caixa Econômica Federal informou que aproximadamente 42 milhões de trabalhadores com saldo disponível têm direito ao saque do FGTS.

Sendo assim, vale ressaltar que o valor máximo liberado no saque extraordinário do FGTS é de R$ 1.000, mesmo que haja um saldo maior na conta.

Ainda posso retirar o dinheiro?

No dia 15 de junho, a Caixa Econômica Federal liberou o saque extraordinário do FGTS no valor de até R$ 1.000 para os nascidos em dezembro, sendo esse o último lote de pagamento. Quem nasceu entre janeiro e novembro teve os recursos liberados em datas anteriores. A retirada do valor será possível até o dia 15 de dezembro de 2022.

De acordo com as regras, todos os trabalhadores com carteira assinada que possuírem contas do FGTS com saldo disponível poderão sacar o valor. Isso porque, o crédito é realizado de forma automática na conta do Caixa Tem, em nome do trabalhador.

Nos casos em que os valores não tiverem caído automaticamente na conta do trabalhador, é necessário pedir a liberação dos recursos.

Existem motivos que podem bloquear a liberação dos recursos:

garantia de operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário;

determinação judicial;

pedido de devolução de valor recolhido pelo empregador;

e dados inconsistentes.

De acordo com o banco, o saque não será disponibilizado se os valores estiverem bloqueados na conta do Fundo de Garantia.

Como consultar?

É possível consultar quem tem direito ao saque pelo site da Caixa, pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF).

Pelo site ou aplicativo é possível realizar a consulta:

insira o Número de Identificação Social (NIS) ou CPF 

Clique em “Cadastrar” e preencha os dados solicitados e então confirme a inscrição, caso não tenha conta. Se já tiver, é só fazer o login

Em seguida, retorne à tela de acesso e entre, novamente, com o NIS ou CPF e a senha criada durante o cadastro. É possível, ainda, fazer login usando o endereço de e-mail.

Após realizar o login, será exibido já na tela inicial o saldo da conta mais recente.

É possível selecionar a opção “Ver todas as suas contas” para checar depósitos do FGTS de empregos anteriores, ou, no botão “Saldo total do FGTS” para verificar todas as contas.

Comentários estão fechados.