Na segunda-feira (22), Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central (BC), anunciou que o Banco Central irá lançar um novo sistema de pagamentos instantâneos em novembro e deverá se chamar PIX. Em agosto será discutidos detalhes e regras desse produto, durante a reunião do Fórum de Pagamentos Instantâneos.

Segundo o BC, o PIX vai permitir que os consumidores saquem dinheiro em lojas, como as grandes redes de varejistas. Campos Neto disse que o objetivo da ação é “gerar mais eficiência, por meio da reutilização do dinheiro no varejo e do aproveitamento dessa rede, acompanhando a evolução tecnológica e atendendo às necessidades da indústria e dos cidadãos”.

Conheça o PIX

Será uma novidade exclusiva aos consumidores. O sistema instantâneo, irá corresponder às transferências monetárias de fundos para o usuário receber em tempo real.
De acordo com o Banco Central, terá uma isenção de um limite de horário para as transferências.

Elas acontecerão de forma direta, da conta do pagador para a conta do recebedor, sem intermediários. Isso permitirá custos de transação menores.

O PIX será gratuito para pessoas físicas, o que vai permitir uma igualdade de condições em comparação a outros meios de pagamento. A expectativa do BC é que as instituições participantes desenvolvam modelos de negócios interessantes, assim como estratégias atrativas que visam reduzir os custos e gerar valor aos usuários.

Segundo Campos Neto, essa não será a única novidade do Banco Central, outras novidades já estão sendo analisadas e serão lançadas em breve.