Novo valor do salário mínimo em 2023 será de R$ 1.310

O valor subindo para R$ 1.310, mostra que novamente não haverá um ganho real acima da inflação

Até abril deste ano, a estimativa do salário mínimo para 2023 etava em R$ 1.294, porém, a alta da inflação fez o valor subir para R$ 1.310, um aumento de R$ 98,17 a partir de janeiro

O Governo Federal se baseia para prever o valor do salário mínimo na estimativa do INPC (Ìndice Nacional de Preços ao Consumidor), que foi elevado pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia de 6,7% para 8,1%, nesta quinta-feira (19).

Se for confirmada a estiamtiva para o ano de 2023 e não houver mudança no cálculo, o reajuste do salário mínimo também será maior que o previsto na PLDO (Proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias, enviada ao Congresso Nacional pelo Executivo. Na PLDO, o governo propôs subir o salário mínimo de R$ 1.212 para R$ 1.294.

Mas a inflação não vem dando trégua, ela contunua avançando e se o ritmo for o mesmo, poderá mudar novamente a estimativa do salário para o ano que vem.

O valor subindo para R$ 1.310, mostra que novamente não haverá um ganho real acima da inflação.

O reajuste do salário mínimo interfere nos valores de benefícios como seguro-desemprego, abono salarial PIS/Pasep e benefícios do INSS. Isso porque seus valores são baseados no piso nacional.

Como é calculado o salário mínimo?

Para fazer o cálculo do salário mínimo, o governo leva em conta a inflação anual. O trabalhador deve sempre manter o seu poder de compra, como manda a Constituição. Para que isso aconteça, o Executivo se utiliza do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Deste modo, o valor final do INPC de um ano só é divulgado em janeiro. O órgão responsável para divulgar a inflação é o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísitca).

Durante  o ano acontecem prévias mensais realizadas pelo Ministério da Economia e pelo Banco Central, que visa preparar o governo de forma financeira para bancar o valor do mínimo.

Comentários estão fechados.