Novo valor do salário mínimo nacional para 2023

Confira a previsão do salário mínimo com base no acumulo da inflação no país

Estamos passando agora da metade do ano, contudo, o governo já está trabalhando com projeções para o ano que vem.

Dentre essas projeções de gastos para 2023, o governo já estuda o novo valor do salário mínimo que entrará em vigor a partir do próximo 1º de janeiro.

Vale lembrar que o novo valor do salário mínimo terá como base o reajuste econômico frente aos avanços da inflação, contudo, não haverá um ganho real para os trabalhadores.

Novo valor do salário mínimo para 2023

Conforme dados divulgados pelo Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias enviado pelo governo ao Congresso Nacional, estabelece um aumento de R$ 1.212 para R$ 1.294 em 2023.

No entanto, como o salário mínimo é reajustado com base na inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o piso nacional deve sofrer nova alteração.

Conforme dados divulgados pelo IBGE o INPC já acumula uma alta de 5,61% e segundo previsão do governo a expectativa é que feche em 8,1%.

Dessa forma, caso a inflação chegue na previsão do governo, o salário mínimo será reajustado de R$ 1.212 para R$ 1.310.

Vale lembrar que a definição real do salário mínimo deverá ocorrer apenas no dia 1º de janeiro, quando o governo conseguirá identificar a inflação acumulada ao longo dos 12 meses de 2022 e aplicar a correção para o novo salário mínimo.

Qual a função do salário mínimo?

A função do salário mínimo de forma geral é uma função social, onde o objetivo é garantir recursos mínimos para a sobrevivência do cidadão e sua família.

Dessa forma, o salário mínimo é o menor valor possível que uma pessoa pode receber, tendo em vista que o objetivo é cobrir custos essenciais como:

  • Moradia
  • Alimentação
  • Educação
  • Saúde
  • Lazer
  • Vestuário
  • Higiene
  • Transporte
  • Previdência Social. 

O salário mínimo é fundamental e um direito social do trabalhador, conforme prevê a Constituição. Dessa forma sendo uma maneira de garantir condições dignas para a população.

Comentários estão fechados.