Novos saques de até R$ 2.090 são liberados em outubro para FGTS e PIS/PASEP

0

Vai continuar em outubro a liberação de benefícios sociais importantes, como o abono salarial PIS/PASEP e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Juntos, os benefícios, em seu valor máximo, podem chegar a R$ 2.090.

Recebem o abono as pessoas que trabalharam com carteira assinada num período de 30 dias ou 12 meses do ano-base do calendário.

Correntistas da Caixa Econômica Federal (CEF) e do Banco do Brasil, nascidos em julho a dezembro e com o final de inscrição do Pasep de 0 a 4, já tiveram o valor depositado na data de 30 de junho. Os demais beneficiários começaram a receber a partir de 16 de julho.

Já no caso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na modalidade emergencial, teve seus valores disponibilizados, no dia 29 de junho.

Num primeiro momento, os contemplados não podem sacar e nem realizar transferências para outras contas, estando disponível somente para movimentações digitais. O procedimento é o mesmo adotado pelo auxílio emergencial.

Abono salarial do PIS/Pasep

PIS/pasep

O pagamento do abono salarial do PIS/PASEP de até R$ 1.045, tendo o ano base 2019 e iniciado em 30 de junho de 2020, seguirá até 30 de junho de 2021. Sendo que, quem trabalhou em 2018 com carteira assinada e ainda não sacou o benefício, também poderá realizar o saque agora, seguindo o calendário atual.

Os nascidos em novembro começam a receber o abono a partir de 17 de novembro.
O PIS recebe de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, já os servidores públicos recebem o PASEP de acordo com o número final de inscrição.

Para quem não realizou o saque do abono calendário 2019/2020, poderá fazer a retirada agora ou em até cinco anos, sem precisar esperar por uma determinação judicial. Isso está determinado no artigo 4º da Resolução 838 do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

Calendário de pagamento do PIS de acordo com o mês de nascimento do trabalhador

Calendário do PASEP de acordo com o número final de inscrição do servidor público

Saque emergencial do FGTS de R$ 1.045

Os depósitos do saque emergencial do FGTS tiveram inicio no dia 29 de junho e terminaram no dia 21 de setembro de 2020, seguindo o mês de nascimento dos trabalhadores.

Porém, aqueles que receberam o auxílio emergencial do FGTS, tiveram os valores depositados na poupança social e terão que aguardar semanas ou até meses para sacar os valores. Até agora foram liberados sete lotes.

Terão direito ao saque emergencial os trabalhadores com contas, ativas ou inativas, no FGTS.

A seguir o calendário de pagamento do saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil