Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal se consolidam na América Latina



A Receita Federal e o Programa para Coesão Social na América Latina
(EUROsociAL) promoveram nos últimos dois anos a criação de 130 Núcleos de
Apoio Contábil e Fiscal (NAF) em sete países da América Latina. Por meio
dos NAF foram oferecidos, no ano de 2015, mais de 26 mil atendimentos,
realizados por mais de 1.400 universitários latino-americanos.

O NAF é uma experiência oriunda da Receita Federal do Brasil, país onde
estão presentes mais de 60 instituições de ensino superior. Por meio do
NAF, a administração tributária brasileira tem treinado estudantes
universitários de contabilidade em matéria contábil e fiscal e em ética
profissional para que os alunos possam mais tarde, durante seus serviços à
comunidade ou carga horária de prática profissional, sob a supervisão de
seus professores, orientar pessoas físicas ou jurídicas de baixa renda sem
nenhum custo.

A comunidade se beneficia da ajuda na resolução de questões fiscais
básicas, enquanto a administração tributária cumpre o seu papel na formação
cidadã e fiscal. A universidade, por sua vez, fortalece os seus laços com a
comunidade e, ao mesmo tempo, proporciona a seus alunos conhecimento
prático e atualizado sobre temas tributários sem nenhum custo.

Anúncios



O EUROsociAL, com o apoio da Receita Federal, tem promovido a expansão dos
NAF na América Latina. Em pouco mais de dois anos foram abertos núcleos em
130 universidades no México, Bolívia, Equador, Costa Rica, Honduras,
Guatemala e Chile. Em janeiro de 2016, 1.404 estudantes já haviam
participado da iniciativa, totalizando 25.975 consultas a cidadãos, entre
pessoas físicas e pequenos empresários. O México é o país onde o NAF obteve
crescimento mais notável, com centros operacionais em 105 instituições de
ensino superior.

Um exemplo disso é o de um dono de uma sapataria no México que até a pouco
tempo atrás, estava trabalhando informalmente. “Eu não estava legalizado
porque eu pensei que era muito complicado e que eu teria que pagar um monte
de impostos. Mas o meu sobrinho me convidou para ir até a sua universidade
e lá eles têm um escritório onde os alunos me explicaram porque é
importante eu fazer o registro da minha empresa. Eles me ajudaram a abrir a
empresa e a calcular os impostos e também me explicaram que eu não tenho
que pagar nada no primeiro ano”. Ele é um dos 8.678 trabalhadores mexicanos
que formalizaram sua situação empresarial em um núcleo do NAF no México.

A experiência do NAF foi incluída no livro “Fomentando la cultura
tributaria, el cumplimiento fiscal y la ciudadanía. Guía sobre educación
tributaria en el mundo” , uma publicação promovida pela OCDE, pelo
EUROsociAL e pelo Instituto para o Desenvolvimento Internacional. Além
disso, o NAF é destaque entre as ações de cooperação do Ano Europeu para o
Desenvolvimento.

Com o objetivo de compartilhar as boas práticas entre as diferentes
administrações tributárias, o EUROsociAL construiu a Rede Internacional
NAF.


Comente no Facebook

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.