Número de estagiários cresce 216%

0
46




A aposta nos estagiários como uma mão de obra mais acessível se mostrou uma forte tendência em 2015 quando, em janeiro, a contratação de efetivos já apresentava uma queda de 10%.

Uma recente pesquisa realizada pela Webestágios – agência online de estágios que atende empresas de renome como a Tramontina e a Havan, além de órgãos como a Polícia Federal – mostra que houve um aumento de 216% no número de estagiários ativos, se compararmos os meses de janeiro de 2014 e 2015. O estudo aponta também uma alta de 114% no número de novas contratações, se considerarmos esse mesmo período.

Uma pesquisa de intenções de mercado de trabalho feita pela agência indica ainda um aumento de 70% nas contratações de estagiários até o final de 2015.


“Com a desaceleração da economia, o empresário vem buscando alternativas para diminuir a sua folha de pagamento. Ele encontra na contratação de estagiários a principal saída para vagas que não exigem tanta experiência”, afirma Eraldo Vieira, especialista em recrutamento e seleção de estagiários.

Ele explica que a decisão pode representar uma excelente alternativa às empresas. Não apenas por se tratar de uma mão de obra mais acessível se forem considerados os custos diretos, como INSS, FGTS, multa de rescisão, 13º salário e 1/3 de férias, mas por oportunizar a descoberta de grandes potenciais e o treinamento do aluno de acordo com o perfil da instituição.

“Os empresários estão atentos a essa forma de contratação. A geração Y tem se destacado no mercado de trabalho e poder unir a versatilidade, ousadia e força de vontade dessa geração, com o baixo custo de contratação, tem chamado a atenção de grandes empresas”, explica Eraldo.

A prática é benéfica também para os estudantes, que têm a chance de entrar no mercado de trabalho. “Se, de um lado, os empresários podem aproveitar o potencial dos jovens e descobrir novos talentos para ocupar vagas estratégicas, de outro, os estudantes podem vivenciar na prática o que aprendem na universidade e ainda receber por isso”, comenta Eraldo.

Em alta!

Entre as áreas que mais contratam estagiários estão administração, recursos humanos, contabilidade, pedagogia, psicologia, design, informática e direito. As engenharias mecânica, civil e elétrica também integram a lista.

Vale ressaltar que, embora seja uma mão de obra mais acessível, os estagiários têm diversos direitos, garantidos por lei. Entre eles, o recesso remunerado, a carga horária de 6 horas/dia ou 30 horas semanais e o auxílio-transporte. Para conhecer na íntegra a Lei do Estágio acesse: www.webestagios.com.br
[useful_banner_manager banners=18 count=1]