O crescimento do e-commerce: por que esse é o futuro do varejo?

Criar uma loja virtual pode ser um investindo muito vantajoso, tanto para quem vende em marketplace, rede social ou loja física como para quem está começando agora.

Um e-commerce é um modelo de negócio de uma única marca.

Em uma loja virtual, há um controle total dos códigos, da hospedagem, das melhorias e integrações.

Além disso, a personalização e a gestão são livres!

Mas, além de todos esses benefícios, o e-commerce tem apresentado grande crescimento no mercado brasileiro, o que trás mais segurança e incentiva os consumidores a comprarem online com mais frequência.

O índice MCC-ENET revelou em junho de 2020 que as vendas online aumentaram em 137,35%.

E, com o fechamento do comércio físico para a contenção da pandemia em março de 2020, a Internet se tornou a única alternativa para a maior parte do varejo brasileiro e mundial. 

Porém, mesmo com o fechamento do comércio físico, o comércio eletrônico emplacou entre consumidores e lojistas e encerrou o semestre com alta de 145% nas vendas, o que mostrou sua consolidação no Brasil e ainda apontou que seu crescimento exponencial não pretende parar!

O e-commerce promete muito para os próximos anos!

O mercado de varejo online deverá crescer de 17% a 25% até o final de 2020, de acordo com estudo da consultoria PwC.

2020 pode ser o ano em que o e-commerce global finalmente quebre a barreira dos 50% do total de compras no varejo, a maioria delas será feita online por lojas virtuais e aplicativos de lojas, afinal, mais de um quarto da população brasileira vai fazer compras online em 2020!

De acordo com as estatísticas, vendas no varejo de e-commerce global atingirão $4.9 trilhões em 2021, marcando a taxa de 265% de crescimento, ao subir de $1.3 trilhão (2014) a $4.9 trilhões (2021).

Esses números expressam mais uma vez que o futuro do e-commerce é estável, sem indícios de queda.

Quase 30 anos depois, as lojas virtuais estão sendo consideradas mais do que um canal de vendas.

Decerto, elas são a solução para a sobrevivência das empresas em meio à pandemia do novo coronavírus. 

As notícias sobre criar uma loja virtual no Brasil são as melhores possíveis.

O crescimento do e-commerce mostra que o futuro do varejo, na verdade, é online!

Uma pesquisa do Google mostrou que as vendas por e-commerce irão dobrar em cinco anos, chegando a R$85 bilhões.

Além disso, até 2021, o crescimento do setor será, em média, 12,4% ao ano. 

Esses são números impressionantes e que demonstram novas oportunidades e espaço para negócios serem criados, se reinventarem e se consolidarem.

Também é importante ressaltar que o espaço que estará ganhando mais atenção pelos consumidores serão as lojas virtuais.

É considerada um dos principais canais de venda com comércio eletrônico (e-commerce).

Uma loja virtual é uma ferramenta que tem por objetivo promover negociações de compra e venda de produtos através da internet.

Atuar no segmento é mais simples e bem mais barato quando comparado com o investimento que se tem ao montar uma empresa física.

Para ter uma loja virtual segura para você e para os seus clientes, é importante pensar na plataforma em que seu e-commerce ficará hospedado.

A plataforma de e-commerce é uma das principais peças de uma loja virtual.

Ela é o sistema responsável pelo gerenciamento da loja virtual e todo o seu funcionamento interno.

Uma boa plataforma de e-commerce disponibiliza inúmeros relatórios: de acessos, origem do tráfego, carrinhos abandonados, clientes, pedidos, pagamentos, produtos, auditoria de usuários e outros mais.

Um exemplo excelente de plataforma é a iSET, que garante estabilidade total nas operações das lojas virtuais.

A plataforma é um dos principais Parceiros de Tecnologia Avançada da Amazon AWS, sendo a única plataforma de e-commerce com infraestrutura 100% em nuvem que é certificada PCI e que conta com revenda em white label no Brasil.

A loja virtual não só promove a praticidade na compra a qualquer momento, como também possibilita um controle cuidadoso de cada pedido.

A gestão de vendas com o auxílio de uma plataforma de e-commerce é muito mais prática e organizada.

Gostou do post? Deixe seu comentário e veja mais conteúdos deste tipo aqui!

Comentários estão fechados.