O que acontece quando uma dívida é protestada em cartório?

Saiba quais são as consequências de ter uma dívida protestada em cartório

Quando o consumidor tem uma dívida que é protestada em cartório, muitas vezes o cidadão fica sem entender quais são as consequências dessa situação, ou se de fato existem consequências.

Contudo, é preciso ficar muito atento, pois, quando o credor pega a dívida e a protesta no cartório, o cidadão pode sofrer alguns problemas que podem restringir a vida do devedor junto ao mercado de crédito.

O que é uma dívida protestada?

Uma dívida protestada acontece quando o credor não recebeu o valor de sua dívida e o mesmo vai até um cartório de títulos para representar essa dívida e torná-la pública.

O cartório por sua vez “carimba”, o débito da pessoa com um protesto caso ele não seja pago após a comunicação de que a dívida irá para protesto.

Todavia, vale lembrar que antes do cartório protestar a dívida, o mesmo entrará em contato com o devedor para que o mesmo quite sua dívida e assim possa ser evitado o protesto.

 Apesar de não significar um processo judicial, o protesto da dívida em cartório serve como uma intimação formal para pagar o débito.

O que acontece quando a dívida é protestada?

Quando o cartório comunica o devedor que a dívida será protestada e o mesmo não realiza o seu pagamento dentro do prazo, a pessoa sofrerá as seguintes consequências:

  • Negativa de crédito, empréstimo, financiamentos, leasing ou outras operações de crédito;
  • Restrições no banco para retirada de talões de cheques;
  • O credor com o comprovante de protesto pode entrar na Justiça com uma ação de cobrança;
  • Redução do score de crédito

Comentários estão fechados.