O que é Capital Social e qual sua importância para abrir uma empresa?

Não é possível ter um carro sem ter os recursos financeiros para mantê-lo. Abrir uma empresa é a mesma coisa.

É preciso considerar todos os investimentos que envolvem o carro, que vão desde contas mensais, utensílios, manutenções preventivas e corretivas, além dos custos recorrentes de limpeza e alguns outros.

Deu a louca na Ensino Contábil, cursos de 80 a 110 reais (Saiba Mais)

As primeiras operações do negócio, por exemplo, envolvem gastos com a aquisição de um local para funcionamento e com os pagamentos iniciais da equipe, além de outras despesas inerentes ao começo de qualquer empreendimento.

Toda esta verba injetada nos primeiros momentos é chamada de “Capital Social”. Você já ouviu falar no termo?

Até que uma empresa comece a faturar, o investimento em certos aspectos é imprescindível.

Tudo deve ser minuciosamente planejado, assim como uma empresa ao definir o seu Capital Social.

E a contabilidade é o serviço que irá lhe auxiliar na estratégia contábil e tributária de sua empresa para evitar quaisquer problemas durante o percurso da empresa, desde o seu início.

Apesar de gerar bastante dúvida, na prática o Capital Social existe para pontuar qual foi o valor inicial aplicado na empresa.

Saiba mais sobre este conceito, o seu significado e sua importância para a empresa conseguir exercer às suas atividades.

O que é capital social?

Em suma, o Capital Social de uma empresa é aquela quantia que sustenta o início do fluxo de caixa da empresa.

O investimento do Capital Social deve permear todas as despesas iniciais da empresa e, claro, deve ser suficiente para amparar a empresa até que a mesma consiga se sustentar com os lucros gerados.

O Marketing, o pagamento dos funcionários, as matérias-primas, aluguel ou compra do espaço laboral e outros custos fazem parte do planejamento que deve ser feito.

É importante planejar todas as despesas e ter a contabilidade adequada, para que a empresa consiga operar evitando as surpresas desnecessárias e crescer saudavelmente.

Chega-se ao valor de investimento a partir da elaboração de um Plano de Negócios, que deve prever todos os custos de operacionalização e aqueles necessários para o início das atividades, até que o empreendimento comece a faturar.

O processo de definição acontece, em um primeiro momento, durante a abertura de uma empresa.

Entender o que é o Capital Social da empresa que você está abrindo é fundamental para evitar futuros problemas dentro da sua contabilidade.

Nas sociedades empresariais, o capital social deve ser registrado em contrato, assim como as quantias individualmente aplicadas pelos sócios.

No documento deve constar, ainda, se a integralização do capital foi feita em dinheiro ou bens. Se for realizada em bens, este valor precisar ser informado em moeda corrente.

Para auxiliar no processo, recomenda-se a avaliação de um perito, obrigatória apenas para as sociedades anônimas.

Por que o Capital Social é tão importante?

O ideal é que todo negócio obtenha, a partir de suas operações, um valor suficiente para manter-se e gerar lucros futuros.

No entanto, é impossível que uma empresa comece a funcionar sem nenhuma verba.

Neste sentido, o capital social se apresenta como uma importante garantia para investidores, trabalhadores e para a sociedade empresarial como um todo.

Como o recurso advém de proprietários, sócios ou acionistas da empresa, é possível identificar ainda se o patrimônio condiz com os representantes da companhia, evitando que a abertura do negócio sirva para o registro de dinheiro ilícito.

Até mesmo pelo fato de influenciar diretamente na declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica.

Este capital também assegura a capacidade de um empreendimento manter-se por algum tempo, tranquilizando empregadores e investidores.

O recurso também tem uma função adicional em sociedades empresariais: delimitar o investimento individual dos sócios, determinando quais são os percentuais de direito sobre o domínio da empresa que cada um deles possui.

Assim, evita-se disputas ou erros na dissociação da empresa e nas mudanças societárias.

Alteração do Capital Social

Toda mudança em relação ao Capital Social da empresa, quando houver necessidade de injetar mais dinheiro ou, por alguma razão, de reduzir o valor estabelecido, precisa seguir alguns critérios.

O valor do capital só pode ser aumentado depois de integralizados todos os valores anteriormente subscritos no Contrato Social.

A cada aumento relativo à quantia, é necessário alterar o contrato e averbá-lo na Junta Comercial.

Reduzir o valor é permitido quando há perdas irreparáveis ou quando o capital definido foi superior às necessidades da empresa.

Neste caso, a redução tem que ser aprovada em assembleia, e sua Ata deve ser publicada para tornar o procedimento mais transparente.

 

Não se esqueça!

Definir o Capital Social de uma empresa é uma tarefa que exige conhecimento das operações e das obrigações que o negócio terá de cumprir, até que possa se manter com seus próprios rendimentos.

Se você deseja começar a empreender, saiba que o planejamento deste valor é essencial para o seu sucesso.

Em última análise, não deixa de ser também uma ótima oportunidade para estudar melhor o seu empreendimento!

Via Vers contabilidade

Comente

Comentários

Deixe uma resposta