O que é controladoria e qual a sua importância para as empresas

0

Quando o assunto é a adequação às regras tributárias, o Brasil sem dúvidas não é um país para amadores. A burocracia e o grande número de tributos já são velhos conhecidos de quem lida com a área fiscal.

A realidade é capaz de assustar os mais desavisados tanto que o País amarga, há muitos anos, o título de um dos que mais dificulta a realização de negócios no mundo.

Segundo o Relatório Doing Business, realizado em 2020 pelo Banco Mundial, o Brasil ocupa a 124ª colocação na regulamentação do ambiente de negócios.

Já no pagamento de tributos, nos mantivemos entre os 10 piores países do mundo, ocupando o 184º lugar entre 190 nações. São 1,5 mil horas por ano investidas apenas na apuração e pagamento de tributos!

Um simples deslize pode custar caro, inclusive a reputação e mesmo a sobrevivência da empresa. E com uma lista de mais de 90 impostos federais, estaduais e municipais, taxas e contribuições, não é difícil errar.

Por isso é tão importante que uma organização, principalmente as que têm diversas subsidiárias ou para quem tem mais de um negócio em diversos ramos de negócio, conte com o trabalho de controladoria externa.

Mas afinal, o que é a controladoria?

É uma área das Ciências Contábeis que tem como objetivo realizar um controle de qualidade, contribuindo na coordenação e administração de assuntos fiscais, orçamentários e também administrativos.

Na prática, esse tipo de profissional é capaz de trazer um olhar exterior, sendo responsável por zelar por uma administração eficiente e que mantém a empresa saudável e lucrativa.

Seu trabalho inclui o supervisionamento das atividades contábeis, garantindo que os livros-razão reflitam com precisão o dinheiro que entra e sai da empresa.

Ele também é capaz de assumir uma função mais estratégica no gerenciamento de projetos, bem como desenvolver relatórios financeiros, criar orçamentos e planejar os gastos da empresa.

Empresas que contam com um serviço externo de controladoria podem ser mais efetivas! Isso porque um controlador também é capaz de:

● Supervisionar a preparação das contas anuais individuais e consolidadas, bem como das demonstrações financeiras;
● Desenvolver e implementar controles internos;
● Definir normas e procedimentos para toda a empresa;
● Organização e analisar o sistema de relatórios utilizados;
● Coordenar projetos transversais ao grupo ou organização, que podem relacionar-se com a estratégia, TI, Finanças ou Contabilidade;
● Controlar os objetivos financeiros gerais da empresa: orçamentos, investimentos, financiamentos, etc;
● Participação na definição do plano geral de negócios da empresa.

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Como deu para perceber, a controladoria tem o potencial de ser uma parceria estratégica nos negócios da empresa. Bons controladores financeiros têm muita atenção aos detalhes e ao panorama geral da empresa.

Esses profissionais têm uma experiência significativa em questões contábeis e estão por dentro das recentes modificações impostas pelo Fisco, além da capacidade de orientar outras pessoas a não errarem em questões tributárias e financeiras.

Hoje não são muitas as empresas que contam com o trabalho de controladoria. E a queda de 6,91% na arrecadação federal em 2020 é o grande sinal de que o governo virá com tudo atrás de quem não pagou a sua parte corretamente.

Se você deseja manter a saúde da sua organização e ficar longe da mira do Fisco, vale a pena investir no serviço de controladoria!

Por: Umberto Tedeschi, CEO da Abile Consulting Group, embaixador da Leader X, chairman of the board da Associação Brasileira de Inovação e Desenvolvimento Sustentável (Abids), membro fundador da Academia Européia da Alta Gestão e com passagens pela presidência do Rotary Club em dois mandatos e em cargos de alta liderança de empresas nacionais e multinacionais.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.