O que é Cupom Fiscal? Saiba tudo neste guia rápido

0
541
PAF-ECF, SAT e NFC-e

Você sabe o que é Cupom Fiscal, sua importância, benefícios e especificações para a empresa?

O documento eletrônico criado para substituir as notas de papel ao consumidor trazem uma série de benefícios e facilidades para as empresas.

Continue a acompanhar este artigo, fique por dentro de tudo e saiba o que é o Cupom Fiscal e a sua utilização pelas empresas.

Saiba agora o que é Cupom Fiscal

O Cupom Fiscal é um documento fiscal digital que surgiu como substituição às antigas notas de venda ao consumidor, modelo 2.

O documento é emitido por meio de um equipamento Emissor de Cupom Fiscal – ECF homologado junto à SEFAZ (Secretaria da Fazenda) do estado de atuação.

Este equipamento também é comumente conhecido como impressora fiscal, devido ao seu objetivo de utilização.

O cupom fiscal é emitido na sua grande maioria por empresas que realizam vendas diretas ao consumidor final.

Ou seja, sua utilização é muito comum em comércios varejistas, como: loja de roupas, restaurantes, loja de variedades, etc.

O documento serve então de comprovação para a transação comercial entre uma empresa e um consumidor final.

E também é de grande importância para o Fisco, pois nele é especificado a tributação realizada e os impostos pagos em tal transação.

Dessa forma, compreende-se que a emissão do cupom fiscal é importante para todos os envolvidos.

O cliente ganha em segurança, e o governo por sua vez possui um importante meio de fiscalização, já a empresa ganha uma série de benefícios.

NFe X Cupom Fiscal: entenda a diferença

A NFe (Nota Fiscal Eletrônica) é o modelo digital das antigas notas de venda de papel, e é emitida para transações entre empresas.

E além disso, o documento possui diversas informações detalhadas, como informações de frete, especificações fiscais da empresa, etc.

No caso dos cupons fiscais, são documentos simplificados e com menos informações sobre as vendas.

Diferente das notas fiscais, o cupom traz somente as informações dos produtos e um resumo dos impostos pagos pelo documento.

A Nota Fiscal é caracterizada por possuir um grande número de informações, o que a torna um documento com necessidade de maior tempo para a emissão.

No entanto, emitir o cupom fiscal é rápido e prático e pode auxiliar a aumentar as vendas, pois, o comércio ganha em agilidade no atendimento.

Por este motivo, é preciso saber qual o documento recomendado para o seu negócio, para assim, poder escolher entre cupom fiscal e nota fiscal comum.

Cupom Fiscal: outras modalidades de emissão

Como normalmente a aquisição de um equipamento para emissão de cupom fiscal é alta, foram surgindo outras formas de emissão mais baratas.

Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFCe), segue o padrão da NFe, existindo somente em ambiente digital.

Possibilita a impressão do DANFCE (Documento Auxiliar da NFCe), com os dados necessários e QR Code para consulta do documento nos sistemas do governo.

Cupom Fiscal Eletrônico (CFe), este modelo é emitido em equipamentos específicos e pode ser impresso em impressoras não fiscal.

São os casos do SAT para São PauloMFe no Ceará e PAF ECF em Santa Catarina.

Em ambos os modos de emissão é possível realizar a impressão do documento em uma impressora não fiscal.

Além disto a simplicidade consiste em serem sistemas mais baratos e com emissão mais ágil.

Sistemas e equipamentos de qualidade para o seu negócio

Se você empresário está em processo de implantação do cupom fiscal na empresa, necessitará de um sistema e equipamentos de qualidade.

Via Soften Sistemas