Quem precisa de crédito sabe o quanto é difícil conseguir quando o nome está negativado. No entanto, existem algumas modalidades de empréstimo para negativados que o microempreendedor individual pode recorrer, ainda que esteja com o nome sujo. Confira.

Empréstimo para MEI negativado no SPC e Serasa

Existem algumas modalidades de empréstimo cujos juros costumam atrair clientes, como nos casos de empréstimos com garantias como:

  • penhora;
  • garantia de veículos;
  • refinanciamento de imóveis.

Nessas modalidades, o bem serve como garantia de pagamento. Ou seja, em caso de inadimplência, o banco ficará com o bem garantido.

Dessa forma, é importante reunir todas as documentações necessárias para comprovar a posse legal do bem.

Além disso, será necessário também um nada consta (no caso de veículos) ou certidão negativa de débitos (em caso de imóveis) que comprove a quitação dos tributos e outras obrigações.

empréstimo

Algumas empresas que fazem esse tipo de empréstimo:

  • Caixa Econômica – modalidade de penhor;
  • Creditas – empréstimo com garantia de veículo;
  • Finanzero – refinanciamento de imóveis e de veículos;

As taxas podem ser a partir de 0,99% ao mês.

Vale ressaltar que é possível que a operação seja feita em nome da pessoa física e não da empresa, contudo, a movimentação financeira do MEI (faturamento) poderá ser considerada como comprovação de renda, por parte das empresas.

Além disso, por ser uma operação onde é dado um bem em garantia, a operação de empréstimo tende a ser facilitada pela instituição financeira.

O que levar em consideração antes de pedir um empréstimo para MEI

Veja um passo a passo simples e eficaz para conseguir o empréstimo que precisa, mesmo estando negativado no SPC e Serasa:

Descubra de quanto você realmente precisa

Antes de considerar um empréstimo, é recomendado verificar qual a real necessidade e, desse modo, se ater a ela.

Afinal, quanto maior for o crédito, maiores serão as parcelas e o tempo de pagamento, o que pode levar a um endividamento em caso de descontrole financeiro.

Considere o valor das parcelas mensais

Outra regra que deve ser levada em consideração, é que a quantidade de parcelas não ultrapassem 30% do orçamento. Do contrário, pode ser que o empreendedor volte a ficar inadimplente.

Portanto é interessante avaliar a real necessidade e, em seguida, considerar todo o valor gasto com as parcelas. Verificando se elas realmente cabem no orçamento.

Apresente o seu orçamento mensal

Apresentar o orçamento mensal, pode facilitar e muito a análise e concessão do empréstimo por parte da financeira, uma vez que reflete o momento financeiro que está vivendo.

Assim, o orçamento deve conter todas as informações relacionadas às finanças. Ou seja, é preciso estar discriminado tanto a renda, quanto as despesas.

Vale lembrar que ele não precisa ser perfeito, mas tem que refletir o máximo possível a realidade atual, para facilitar a análise de crédito.

Comprove a sua renda mensal

Mesmo que o nome esteja negativado, é preciso que a financeira identifique que o cliente tem condições de arcar com as parcelas do novo compromisso.

Por isso, é recomendado que o cliente recolha as provas que comprovem sua renda, antes mesmo de solicitar o empréstimo.

A movimentação bancária dos 3 últimos meses serve como comprovação de renda em caso de:

  • profissionais informais;
  • autônomos;
  • freelancers.

Como se percebe, existem diversas maneiras de conseguir um empréstimo para MEI estando negativado.

Tudo que se precisa ter em mente é a real necessidade, se o valor da parcela cabe no bolso e se existe a possibilidade de trocar as altas taxas de juros por outras menores, através de um empréstimo com garantia.

Dessa forma, o cliente poderá alavancar seus negócios, reorganizar sua vida financeira de forma mais tranquila, além de quitar dívidas anteriores e ficar com o nome limpo.

DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Conteúdo original Diário Prime