Veja como automatizar a geração de NF-e utilizando a Operação triangular

0

As operações triangulares são cada vez mais comuns na linha de produção e prestação de serviços.

Ela possibilita pular uma etapa do processo de entrega e chegar diretamente ao consumidor final. 

Normalmente, ocorre do produtor vender o produto para um revendedor e consequentemente esse produto chegar ao consumidor final.

Mas  como vimos, com a operação triangular há possibilidade de pular uma etapa desse processo de entrega.

Gostaria de atuar neste modelo, mas não sabe como gerenciar suas operações e emissão de nota fiscal? Continue a leitura. 

Processo regular de vendas

Conhecido pela maioria das pessoas, no processo regular de vendas o fornecedor emite uma única NF-e que tem o revendedor como destinatário da operação.

Ou seja, quando o consumidor final realiza uma compra do revendedor, é emitido junto à nota fiscal um CFOP (Código Fiscal de Operação e Prestação) de revenda. 

Para além desse formato, existe outra forma para que os produtos e serviços cheguem ao seu destinatário, conhecida como operação triangular, onde o produtor e o consumidor final estão ligados diretamente, com foco na eficiência. 

Mas como funciona a operação?

Para entendermos melhor essa operação, é preciso compreender os três elementos envolvidos: 

  • O produtor: aquele que produz vende para revendedores
  • O revendedor: aquele que compra o produto para revender
  • O cliente final: o cliente final que adquiriu o produto. Pode ser pessoa física ou jurídica

Portanto, a emissão das notas fiscais se torna tão relevante, já que para transportar o produto, o produtor deve emitir duas notas finais, seja para o revendedor e para o cliente final. 

Para entender melhor, a nota de responsabilidade do fornecedor ficará da seguinte forma: 

Nota para o cliente final

  •  Natureza da operação: Remessa de mercadoria por conta e ordem de terceiros 
  • CFOP:  6923 (operação interestadual) ou 5923 (operação interna) – remessa de mercadoria por conta e ordem de terceiros, em venda à ordem.
Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Nota fiscal para o revendedor

  • Natureza da operação: Venda de produção do estabelecimento 
  • CFOP 6118 (operação interestadual) ou 5118 (operação interna) – venda de produção do estabelecimento entregue ao destinatário por conta e ordem do adquirente originário, em venda à ordem. 

É preciso lembrar que a NF-e emitida para o cliente é isenta de tributação, servindo apenas para transporte e conter informações do número da nota fiscal emitida para o revendedor. 

Isso porque, o vendedor deve emitir também uma nota fiscal para o cliente final e deve constar: 

  • Natureza da operação: venda à ordem
  • CFOP 5120 (operação interna) ou 6120 (operação interestadual)

Otimize a emissão de NF-e

Como vimos acima, a operação triangular envolve produtor, revendedor e cliente final.

Pensando nesse mercado, é preciso ter operações ágeis e eficientes, e um grande aliado é o software de gestão. 

O software ERP está pronto para lidar com esse processo de emissão de NF-e de forma rápida e fácil.

Integrando todas as contas emitidas com módulos financeiros, contábeis, financeiros e de gerenciamento de estoque.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.