Os dados estão em todos os lugares e são cada vez mais abundantes e disponíveis.

Olhar para eles atentamente pode ajudar as organizações a identificarem diversas ideias pertinentes, como, por exemplo, analisar tendências e produzir cenários, proteger-se de ameaças, gerar oportunidades e, consequentemente, mais negócios.

A evolução tecnológica fornece às empresas recursos fundamentais para gerar e analisar dados, a fim de que gestores possam traçar as melhores estratégias para obter mais sucesso.

Por exemplo, a orientação por dados tem sido um caminho natural em cenários que exigem agilidade nas tomadas de decisões.

Logo, ferramentas mais modernas, desenvolvidas com inteligência artificial, capacitam seus usuários a identificarem padrões imparciais em seus dados, para que possam tomar decisões de forma mais objetiva.

Nesse caso as oportunidades são alavancas de desenvolvimento, porque elas geram negócios.

Quando os dados são bem utilizados, ajudam executivos na tomada de importantes decisões sobre as organizações, mercados, consumidores e processos.

As ferramentas de inteligência de negócios (BI) proporcionam a descoberta desses insights ocultos nos dados, isso possibilita a previsão de tendências para a elaboração de um planejamento mais eficaz para o futuro.

Inteligência de negócios

Trabalhar com estes dados é fundamental para definir ou mudar o caminho dos negócios.

Por isso é necessário entender que alguns desafios podem ser superados com a ajuda de uma consultoria estratégica que entenda de gestão de dados e conheça as melhores práticas de ferramentas de Business Intelligence (BI).

Os principais desafios para que as empresas tirem maior proveito destes recursos são pontos como, por exemplo, selecionar e confiar nos dados relevantes selecionados, implantar ferramentas de inteligência de negócios (BI) e planejar de forma integrada o fornecimento de análises precisas.

Além disso, é preciso capacitar usuários para construir modelos sofisticados que impulsionam previsões confiáveis.

Com isto se mantem as equipes treinada, discutindo ideias, tendo insights, análises que levarão em consideração o impacto dos dados no negócio.

Quando a análise dos dados não é considerada nas tomadas de decisão, perde-se uma valiosa fonte de informações qualificadas e se corre o risco de ser suplantado por competidores que valorizam este conhecimento e tornam-se mais assertivos por isto.

Por Emerson Douglas Ferreira, Especialista em consultoria de planejamento, inteligência de negócio e soluções que auxiliam executivos na tomada de decisão desde 1995, e fundador da Meeting Strategic Solutions.