Os golpes mais aplicados contra aposentados e pensionistas do INSS

0

Você que é aposentado ou pensionista em algum momento já recebeu uma mensagem ou ligação de um “representante” do INSS solicitando seus dados, ou ainda do seu benefício, seja por motivo de confirmação do benefício ou ainda para evitar o bloqueio?

Saiba que você não é o único, no entanto você pode estar sendo vitima de algum golpe envolvendo o INSS e nem ter se dado conta, se você quer se prevenir de possíveis golpes e fraudes com o seu benefício e seus dados, continue acompanhando.

Golpes mais comuns

Nos últimos anos, o número de golpes sofridos pelos segurados do INSS seja por telefone, SMS, e-mail e até mesmo WhatsApp não param de aumentar.

O motivo para isso é a facilidade maior que os aposentados e pensionistas tem de conseguir crédito pela modalidade de consignado, onde o pagamento das parcelas de empréstimo são realizadas diretamente em folha facilitando a concessão do empréstimo.

  • Solicitar agendamento ou remarcação de perícia médica;
  • Informar a aposentado, pensionista ou beneficiário de auxílio-doença que há direito ao recebimento de valores atrasados ou a alguma revisão que possa aumentar a quantia recebida mensalmente;
  • Realização da prova de vida;
  • Comunicação de bloqueio de benefício;
  • Envio de links que direcionam para sites aparentemente confiáveis ou de mensagens requisitando atualização cadastral;
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Como identificar se o contato é golpe

Para evitar cair em golpes o primeiro ponto é se atentar que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nunca irá solicitar os seus dados pessoais ou ainda número do seu benefício, afinal de contas já que o INSS paga o seu benefício o instituto já possui todos os dados em mãos.

Portanto, para que você consiga identificar os telefonemas fraudulentos em meio aos legítimos, saiba que os contatos oficiais da previdência não exigirão o fornecimento de informações particulares, tais como senhas, documentos ou dados pessoais (RG, CPF, cartão bancário, dentre outros).

Canais oficiais de atendimento

Em caso de contato suspeito, desligue o telefone e entre em contato com o INSS para averiguar a situação, sempre desconfie de qualquer oferta grandiosa ou ainda da solicitação de dados para fins de bloqueio de benefício dentre outros.

Lembre-se que o INSS entra em contato apenas para prestar informações ao segurado e, caso o INSS precise de alguma informação ou documento seu, o atendente vai te pedir para fazer isso através do sistema Meu INSS

Para mais dúvidas, acesse os canais oficiais do INSS.

  • Central Telefônica 135;
  • Site ou aplicativo para smartphones: “Meu INSS”.