Site icon Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

Os Impactos da pandemia na gestão das finanças

Designed by @pressfoto / freepik

Designed by @pressfoto / freepik

O financeiro é o combustível para toda empresa, mas desde 2020 muitos segmentos foram impactados pela pandemia.

Empresários viram o lucro despencar, enquanto as despesas seguiam na mesma proporção.

E, após meses com o fluxo de caixa no “vermelho”, as organizações retomaram o fôlego para recomeçar. Diante disso, elas têm buscado reestruturar os departamentos e isso passa em primeiro lugar pela área de finanças.

Para a contadora e especialista em Controladoria e Finanças Beatriz Machnick, a dica inicial para novos começos é buscar motivação e perspectiva.

“O que ocorre é que, muitas vezes, aqueles que estão recomeçando perdem a energia motivadora, aquela que expande a visão e conduz ao destino almejado. É aí que é preciso parar e voltar ao foco”, alerta.

A contadora que, já nos primeiros seis meses deste ano, conseguiu atingir em sua empresa um valor superior ao faturamento de todo o ano de 2021, acredita que, nos momentos de crise, o controle emocional é decisivo para os empresários.

“Para aqueles que tiveram perda de clientes e queda de faturamento, o conselho que dou é que voltem a ter motivação e perspectiva para o negócio. Busquem a estratégia, façam um novo planejamento e trabalhem com o que tiverem nas ‘mãos’ naquele momento. Foquem no que possuem e não naquilo que perderam”, reforça.

Beatriz exemplifica que, em casos de dívidas, empréstimos e parcelamentos, o empresário precisará colocar tudo ‘no papel’: “Faça uma linha do tempo e desenhe ali uma previsão de quando terminará de pagar as contas. Isso é bom para visualizar e traz esperança”, acrescenta.

Reconhecer qual é a porcentagem que o endividamento representa em relação ao faturamento também é essencial. Por exemplo, se o parcelamento equivale a 20 ou 30% do que a empresa fatura, então, é preciso saber o quanto é necessário vender para cobrir o passivo.

Outra dica da especialista em Controladoria e Finanças é dar um passo de cada vez. “Visualize o ponto de equilíbrio do negócio – o mínimo que você precisa faturar para cobrir os seus custos e despesas. Entenda a sustentabilidade desse negócio para começar a projetar o lucro. E tome cuidado, pois é possível aumentar o faturamento e não crescer em lucratividade”, sinaliza.

Uma boa rede de contatos e a busca por especialistas na área de finanças ou no seu ramo de atuação também podem ampliar a visão que, em momentos difíceis, pode estar conturbada.

“Profissionais externos e terceirizados podem trazer um conhecimento técnico relevante e imparcial ao negócio. Essas pessoas também darão um suporte emocional e psicológico imprescindível para que a empresa recomece com novo fôlego”, complementa Beatriz.

Ela ainda acrescenta que a organização que busca se reestruturar deve ter no mínimo relatórios de fluxo de caixa – ali estarão as previsões de entrada e saída, controle de capital de giro e apuração de lucro.

É onde o empresário saberá se realmente voltou a ter lucratividade.

Por: Beatriz Machnick, contadora, especialista em Controladoria e Finanças, mestre em Governança e Sustentabilidade. É pioneira da metodologia de Formação de Preços na Advocacia e palestrante na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). É sócia-fundadora da BM Consultoria em Precificação e Finanças. Autora dos livros Gestão Financeira na Advocacia – Teoria e Prática (2020), Valorização dos Honorários Advocatícios – O Fortalecimento da Advocacia através da Gestão (2016) e Honorários Advocatícios – Diretrizes e Estratégias na Formação de Preços para Consultivo e Contencioso (2014).

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Sair da versão mobile