Pagamento em dobro do Bolsa Família já tem data pra começar?

Os beneficiários do Bolsa Família poderão contar com a possibilidade de receber o valor do benefício dobrado durante a pandemia

0
Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Os cidadãos que recebem o Bolsa Família podem começar a receber o benefício em dobro. Isso porque nas últimas semanas a Comissão da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei cuja finalidade é dobrar o valor do benefício durante o período de calamidade pública.

A medida em questão se trata do Projeto de Lei (PL) 681/2020 que regulamento o pagamento em dobro do Bolsa Família enquanto durar a pandemia no país.

Inicio do pagamento dobrado

A partir da informação de que o PL foi aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara dos Deputados, muitos beneficiários estão se perguntando quando começará o pagamento em dobro do benefício que dobrara os valores que o cidadão recebe.

Todavia o projeto segue parado e ainda não há uma definição de quando o benefício entrará em vigor, isso porque a medida ainda está em trâmite e aguarda aprovação das Comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, para então ser votada e encaminhada para aprovação.

O Projeto de Lei chegou na última terça-feira (2) a Comissão de Finanças e Tributação (CFT) e aguarda apreciação da medida, sendo assim, não há ainda qualquer data para liberação, ou ainda se de fato o Projeto será aprovado.

bolsa familia

Como funciona o pagamento em dobro?

O pagamento será dobrado para todos os beneficiários do Bolsa Família, por exemplo, quem recebe o benefício no valor de R$ 89 poderá receber o valor de R$ 178. Já as mulheres em gestação, nutrizes e famílias que tenham entre 0 a 15 anos que tem uma mensalidade de R$ 41 será ampliada para R$ 82 aonde as famílias com até cinco dependentes vão poder ter acesso a R$ 410 por mês.

O mesmo também vale para adolescentes entre 1 e 17 anos, que o benefício extra paga um valor de R$ 48 e será dobrado para R$ 96, todavia, as limitações serão mantidas, ou seja, será permitido no máximo duas concessões, elevando o valor para R$ 192.

Caso o valor pago seja superior ao auxílio emergencial, a família receberá aquele benefício que for mais vantajoso financeiramente.

Auxílio Emergencial para o Bolsa Família

Enquanto não há um desenrolar para o pagamento em dobro do Bolsa Família, os inscritos do programa social precisam se atentar ao recebimento do Bolsa Família.

Nessa semana a Caixa Econômica Federal está repassando os valores referentes a quarta parcela do benefício social, que é pago em um cronograma definido conforme o último digito do Número de Identificação Social (NIS).

Confira o calendário

Inscritos NISRecebem dia
NIS de final 119 de julho
NIS de final 220 de julho
NIS de final 321 de julho
NIS de final 422 de julho
NIS de final 523 de julho
NIS de final 626 de julho
NIS de final 727 de julho
NIS de final 828 de julho
NIS de final 929 de julho
NIS de final 030 de julho