Pandemia: Como a gestão tributária pode te ajudar na Retomada dos Negócios

0

Muitas cidades do país iniciam uma abertura econômica, após mais de dois meses de isolamentos social, medida adotada para enfrentamento da COVID-19.

Nesse momento de reabertura, planejamento orçamentário que inclua estratégias para resgate de tributos pode ser fundamental para a saúde financeira do seu negócio.

A gestão tributária tem como principal objetivo a melhoria da organização contábil, financeira e gerencial do negócio, tendo por efeito a redução dos custos tributários de forma lícita.

Em observância aos parâmetros legais, sem configurar evasão fiscal, é possível aumentar os ganhos da sua empresa, seja com o aumento dos lucros, maior capacidade de investimento, ou mesmo a obtenção de um preço final mais competitivo para seu produto ou serviço.

Um planejamento tributário adequado implica em uma melhor gestão financeira do negócio.

Considerando o “custo Brasil”, conhecido como os altos encargos tributários incidentes sobre os setores da economia, a redução dos custos tributários de uma empresa pode ser um importante aliado na obtenção de um preço mais competitivo, por exemplo, possibilitando ganhar espaço no mercado.

No entanto, é aconselhável que o planejamento seja feito por profissional competente e acompanhado de um programa de Compliance, evitando, assim, a ocorrência de riscos de multas vindas dos órgãos de fiscalização.

Nestes casos, sanções previstas no ordenamento jurídico, por exemplo, podem ir desde a penhora de ativos (inclusive de conta bancária) até outras consequências – como a proibição de contratar com o Poder Público. 

crédito folha de pagamento

Pequenos e grandes negócios

O tamanho da empresa e o regime tributário adotado podem interferir nas características de gestão tributária implementada.

Por exemplo, uma forma de fazer este trabalho é simular os valores que seriam recolhidos se a empresa optasse por outro regime fiscal, de modo a avaliar se o enquadramento atual é o financeiramente mais vantajoso.

Seja um negócio de pequenas ou grandes proporções, o planejamento tributário se faz importante principalmente em momentos de crise, especialmente na revisão de tributos pagos anteriormente e a possiblidade de restituição de valores eventualmente pagos a maior.

Todavia, para reavaliar os tributos recolhidos, é imprescindível ter o acompanhamento de profissional capacitado, uma vez que redução do valor total arrecadado pode despertar o Fisco para uma eventual fiscalização.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por: Dra. Clarissa Nepomuceno Caetano Soares, graduada em Direito pela Faculdade de Direito Milton Campos – FDMC.