Para brasileiros, incertezas políticas são principal barreira para expandir os negócios para fora do país, revela estudo da Sage

A pesquisa global mostra ainda que a remoção de barreiras comerciais e a providência de melhores ferramentas de tecnologia estão entre as principais medidas que o governo deveria tomar para facilitar o comércio internacional

São Paulo, 03 de julho de 2019 – Pesquisa global realizada pela Sage, líder de mercado em software de gestão na nuvem, revela que os executivos brasileiros reconhecem as incertezas políticas como a principal barreira para investirem no comércio internacional. O item foi citado por 41% dos respondentes – o percentual se mantém quando se trata de empresas pequenas, diminui para 35% quando médias e salta para 47% quando grandes.

 

No cenário internacional, quando analisamos o Reino Unido, por exemplo, vemos que a preocupação com incertezas políticas também é notável. Lá, 34% das empresas afirmam que a insegurança política é um dos entraves para investirem no comércio internacional. Quando falamos de África do Sul, o dado geral mostra que 29% das organizações também têm um sinal de alerta com as questões políticas.

Outros entraves apontados pelas organizações brasileiras para expandirem internacionalmente foram diferentes padrões de produtos em outros países (27%), a incerteza do compliance jurisdicional (26%) e os riscos de privacidade e de dados (25%). Já na França, outro país pesquisado, as incertezas políticas (20%), os diferentes padrões de produtos em outros países (19%) e o risco e dados de privacidade (18%) foram os temas mais mencionados.

O estudo também pediu que os entrevistados apontassem três medidas principais que o governo deveria tomar para facilitar o comércio internacional. As mais citadas pelas empresas brasileiras foram remoção de barreiras comerciais (40%), promoção de investimentos, incentivos e financiamentos (40%) e a providência de melhores ferramentas de tecnologia (37%), ponto importante para o avanço na era da globalização. Já na Malásia, 43% dos entrevistados dizem que a promoção de investimento e financiamento é o ponto mais importante, enquanto 35% apontam a possibilidade de desenvolver oportunidades nos mercados internacionais e 30% citam a remoção de barreiras comerciais.

Quando questionados sobre quais tipos de tecnologias serão importantes nos próximos cinco anos para o crescimento dos negócios no Brasil, os empresários citaram as principais numa escala de importância, que foram: inteligência artificial (49%), tecnologias inteligentes (46%), mobile (46%), banda larga super-rápida (44%), 5G (37%) e impressão 3D (32%) que, segundo eles, são as tecnologias que terão papel significativo para a evolução das organizações brasileiras.

“Um ponto importante neste estudo é que as empresas sinalizam que o investimento em tecnologia será um diferencial, um caminho de avanço em meio às adversidades econômicas. Apesar das recentes correções para baixo na expectativa de crescimento da economia, as empresas brasileiras ainda preservam um pouco de otimismo, isso é positivo para nós”, afirma Jorge Carneiro, Presidente da Sage Brasil e América Latina.

A pesquisa We Power the Nation, encomendada pela Sage e conduzida pela You Gov, ouviu executivos de 2.994 empresas em 12 mercados globais com o objetivo de aferir as suas expectativas em relação ao comércio nacional e internacional ao longo do ano e o impacto da tecnologia nessas negociações. Realizada entre março e abril de 2019, o estudo revelou que, naquele período, as empresas brasileiras estavam mais otimistas em relação à expansão de seus negócios em 2019 do que os empresários de outros países consultados.

Para 83% dos entrevistados no país, a expectativa era de aumento na quantidade de negócios, enquanto apenas 6% previam queda. No Reino Unido, por exemplo, a percepção foi diferente, com 49% prevendo crescimento e 23% queda.

Sobre a Sage

A Sage (FTSE: SGE) é a líder global em tecnologia para ajudar empresas de todos os tamanhos na gestão de tudo o que precisam: de dinheiro a pessoas – sejam elas start-ups, scale-ups ou de grande porte.

Nós fazemos isso com o Sage Business Cloud – a primeira e única solução de gestão que contempla as áreas de Contabilidade, Gestão Financeira, Gestão de Empresas, Recursos Humanos, Folha de Pagamentos e Pagamentos.

Nossa missão é liberar os empreendedores do peso das tarefas administrativas para que eles possam passar mais tempo fazendo o que amam. É o que fazemos todos os dias para três milhões de clientes em 23 países, por meio de nossos 13 mil colegas e de uma rede de contadores e parceiros. Nosso compromisso é fazer negócios de forma responsável e retribuir para as comunidades onde atuamos por meio da Sage Foundation.