Como medida praticada para aumentar a taxa de isolamento social no combate ao novo coronavírus o governador João Doria junto ao prefeito de São Paulo Bruno Covas propuseram para hoje dia 18 uma especie de antecipação de feriados estaduais e municipais, que podem se propagar em um feriado de seis dias na capital paulista, começando a valer à partir de quarta-feira (20).

A medida adotada pelo governador soma-se à proposta do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, de antecipar diversos feriados como Corpus Christi e o feriado da Consciência Negra. Ficando da seguinte forma:

Feriado de Corpus Christi adiantado para quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra para quinta-feira (21), sexta-feira (22) como sendo ponto facultativo e dia 25 segunda-feira sendo feriado adiantado do dia 9 de julho.

Se a Assembleia Legislativa e a Câmara Municipal de São Paulo aprovarem a medida, será gerado um megaferiado de seis dias, entre os períodos de quarta-feira (20) até a próxima segunda-feira (25).

“A expectativa é que o projeto possa ser analisado em caráter de urgência e ter aprovação majoritária dos deputados da Assembleia Legislativa. Da mesma maneira, os vereadores avaliarão a proposta de antecipação de feriados para a cidade de São Paulo, na mesma direção e com outros feriados possíveis”, relata João Doaria.

De acordo com o governador a medida casa com a proposta do prefeito de São Paulo que dá de encontro com as recomendações do comitê de saúde do estado.

O prefeito Bruno Covas informou o interesse em antecipar mais feriados municipais.

O governador ainda informou o interesse na recomendação para que prefeitos de mais cidades do estados em adotarem medidas como esta neste período de quarentena, estimulando as pessoas a ficarem em suas casas em isolamento social.