Home News Negócios Para ter sucesso no exterior é preciso saber muito bem onde se...

Para ter sucesso no exterior é preciso saber muito bem onde se está investindo

25

Exportações brasileiras para os Estados Unidos alcançaram US$ 27,1 bilhões em 2017, alta de 16,5% em relação ao ano anterior. Nesse mesmo ano, os Estados Unidos foram o segundo principal destino das exportações brasileiras e o primeiro considerando apenas as exportações de produtos manufaturados e semimanufaturados, segundo levantamento da Apex-Brasil divulgado este ano.

A nova configuração da relação comercial e política entre Estados Unidos e Brasil está estimulando um novo mercado, mais inclusivo e qualificado para empresários do Brasil. Analisar as especificidades das diferentes regiões dos EUA pode ser crucial para o planejamento do empreendedor brasileiro, tanto para aquele já posicionado no mercado e que almeja aumentar sua exposição, quanto para aquele que pretende empreender nos EUA – mas ainda não teve uma experiência no país norte-americano.

Com papel fundamental neste processo, um grupo de brasileiros experts em negócios mundiais fundou o Global Business Institute, na Flórida, para auxiliar estrategicamente os empreendedores que concretizaram o objetivo de abrir uma empresa nos EUA e, com auxílio capacitado, podem aumentar as chances de sucesso internacional.

“A relação comercial dos EUA e do Brasil não é mais a mesma. O empresário brasileiro que pretende investir precisa contar com a expertise de quem já passou pelo processo e já compreende a lógica por trás do estabelecimento de um negócio de sucesso em território americano. Até chegar na plena geração de empregos e na consolidação do negócio, existem etapas fundamentais que precisam ser seguidas para evitar prejuízos e naufrágio da iniciativa”, explica o CEO do Grupo.

Dados do Mapa Bilateral de Investimentos Brasil-EUA, desenvolvido pela Apex-Brasil em parceria com o Brazil-U.S Business Council e a Amcham Brasil mostram que os Estados Unidos foram a segunda maior origem das importações brasileiras, totalizando US$ 25,1 bilhões em 2017. Do ponto de vista dos Estados Unidos, o Brasil foi o 12º lugar maior mercado de destino de suas exportações, com 2,08 % do total, e foi o 17º maior fornecedor de bens e serviços importados nos EUA em 2017, com 1,20% do total. Um mercado promissor que não deve ser ignorado por empresários brasileiros visionários. É o que acredita Manoel Suhet, CEO do Global Business Institute.

Segundo o time de experts, o objetivo é facilitar trâmites, orientar consultivamente novos empreendedores com o objetivo de evitar prejuízos e o naufrágio do negócio. “Cada setor exige uma expertise diferenciada na hora de empreender nos Estados Unidos. Nosso trabalho, enquanto instituto, é usar a expertise de nossos consultores para abrir caminhos e auxiliar na colocação de empresas, produtos e serviços no mercado americano. Para ter sucesso no exterior é preciso saber muito bem onde se está investindo. Um negócio planejado não tem como dar errado”, afirma Antonio Miranda, Diretor de Marketing do Global Business Institute.

Os profissionais que integram o grupo contam com expertise e histórico de sucesso no mundo de negócios nos EUA. Entre os serviços do instituto estão: planos de negócios, planos de trade e marketing digital, implementação profissional, estratégia de marca, sourcinginternacional, gestão executiva interina e pesquisa de mercado.