Atualmente, um grande contingente de brasileiros encontra-se negativado no SPC e Serasa. De acordo com dados recentes do SPC Brasil, o nosso país começou 2020 com 61 milhões de brasileiros com contas em atraso. O número é sensivelmente menor do que em 2019, com uma queda de 0,2% no total de inadimplentes.

Uma possibilidade para se livrar das dívidas, é através de feirões específicos para limpar o nome, como o Serasa Limpa Nome, por exemplo. Contudo, fica uma dúvida: será que parcelar acordo de dívidas no SPC e Serasa libera crédito na praça? Tire aqui as suas dúvidas.

Parcelar acordo de dívidas no SPC e Serasa libera crédito imediato?

Primeiramente, cabe ressaltar que aos pagar a primeira parcela de um acordo, o consumidor tem o seu CPF removido dos cadastros de inadimplentes, especificamente do SPC, Serasa, Boa Vista e Quod.

Entretanto, mesmo que o seu nome não esteja mais negativado, outros critérios são considerados na análise de crédito por uma empresa ou instituição bancária, como por exemplo, o score de crédito e os registros disponibilizados no Registrato do Banco Central do Brasil.

O score de crédito vai aumentar aos poucos, até que o consumidor demonstre que a sua relação com outras empresas acontece de maneira confiável, com o pagamento em dia, e com o menor risco de crédito possível.

Portanto, vai demorar alguns meses até que o mercado entenda que o consumidor pode voltar a ter crédito liberado como antes. Infelizmente, não existe nenhuma fórmula mágica que acelere este período de transição.

Por isso, recomendamos que você jamais deixe seu CPF ser negativado novamente e sempre pague as suas contas em dia. Aguarde alguns meses, e tente solicitar cartões de credito, empréstimos e financiamentos. O período varia de pessoa para pessoa, mas possivelmente será mais de seis meses.

Conteúdo original Seu crédito Digital