PIS, 13º salário e FGTS podem ser antecipados em 2021

0

O fim do auxílio emergencial está cada dia mais próximo, e com isso a equipe econômica do governo tem estudado a possibilidade de antecipar alguns benefícios, como o 13º salário dos aposentados.

Segundo informações do jornal Estadão, a antecipação do 13º salário seria um plano de contingência, caso o índice de isolamento social volte a aumentar devido ao avanço da pandemia.

Além da antecipação do 13º salário do INSS, outro benefício que estudam ser antecipado é o abono salarial do PIS/Pasep. O objetivo é garantir a retomada econômica de maneira sustentável, até que o pais possa alcançar a imunização da população.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na semana passada  que a antecipação dos benefícios e o adiamento dos impostos em 2021 não foram descartados pelo governo.

“Não descartamos usar ferramentas que temos, dentro do teto, completamente dentro do teto, e que inclusive usamos antes mesmo da PEC de Guerra. Temos capacidade de antecipar benefícios, diferir arrecadação. Temos várias ferramentas que nos vão permitir calibrar essa aterrissagem da economia ali na frente”, disse Guedes durante audiência pública virtual da comissão mista do Congresso que acompanha as ações do governo relacionadas ao coronavírus.

pandemia

FGTS Emergencial

Além da antecipação do abono salarial e o 13º salário do INSS, o governo federal vem preparando pra liberar mais uma rodada do saque emergencial do FGTS para o ano que vem. A medida adotada pelo governo este ano como enfrentamos da pandemia pode se tornar realidade também em 2021.

De acordo com um dos formuladores do projeto, a ideia agora é avaliar o cenário após a virada do ano, e inclusive o anúncio da nova rodada pode acontecer ainda em janeiro de 2021.

O saque emergencial liberado em 2020 deu direito ao trabalhador de resgatar até um salário mínimo (R$ 1.045) do fundo das contas do FGTS.