O governo federal abriu uma nova oportunidade para quem trabalhou de carteira assinada no ano de 2018 e não sacou o abono salarial do PIS/Pasep 2019. O calendário reaberto é o mesmo para os trabalhadores do PIS/Pasep 2020/2021 que está pagando para os trabalhadores que exerceram atividade de carteira assinada no ano de 2019.

Inicialmente a data máxima para saque do PIS/Pasep 2019/2020 era até o dia 29 de maio, entretanto de acordo com a Caixa Econômica Federal cerca de 2,1 milhões de brasileiros que possuem direito não resgataram seus saldos. Agora, com o pagamento sendo liberado, uma média de R$ 1,3 bilhão será liberado novamente.

Direito ao PIS/Pasep 2019

Para ter direito ao abono 2019 ano-calendário 2018 é necessário que o trabalhador tenha trabalhado pelo menos 30 dias em 2018 e ter recebido um salário médio de até dois salários mínimos. O valor máximo disponível para saques para quem trabalhou os 12 meses é de R$ 1.045 (um salário mínimo atual).

Os saques do abono para quem trabalhou em 2018 podem ser feitos a partir do dia 16 de julho, seguindo o critério do pagamento do PIS 2020/2021 para quem trabalhou em 2019.

Tanto para quem recebe ano base 2018 ou ano base 2019 os saldos estarão disponíveis até o dia 30 de junho de 2021. Uma exceção é para os clientes que possuem conta ativa na Caixa Econômica, estes podem receber o saldo antecipadamente.

No caso do Pasep, pago pelo Banco do Brasil aos servidores públicos, aproximadamente 360 mil abonos 2019/2020 estão disponíveis para resgate desde 1° de julho. Os correntistas do banco já receberam.

Já para os servidores públicos que recebem o Pasep que é pago pelo Banco do Brasil, cerca de 360 mil abonos estão disponíveis desde o dia 1 de julho. Os correntistas do banco já receberam seus saldos.

Calendário

Lembrando que o mesmo calendário é válido para o abono do PIS referente a 2020/2021 para quem trabalhou o ano de 2019. O saque para começou no dia 30 de junho.

Vale lembrar que o calendário é o mesmo tanto para o abono que foi pago em 2019/2020 para quem trabalhou em 2018, quanto para o abono 2020/2021 para quem trabalhou em 2019

NascimentoSaqueRecebe até
Julho16 de julho de 202030 de junho de 2021
Agosto18 de agosto de 202030 de junho de 2021
Setembro15 de setembro de 202030 de junho de 2021
Outubro14 de outubro 202030 de junho de 2021
Novembro17 de novembro de 202030 de junho de 2021
Dezembro15 de dezembro de 202030 de junho de 2021
Janeiro30 de junho de 202130 de junho de 2021
Fevereiro19 de janeiro de 202130 de junho de 2021
Março11 de fevereiro de 202130 de junho de 2021
Abril11 de fevereiro de 202130 de junho de 2021
Maio17 de março de 202130 de junho de 2021
Junho17 de março de 202130 de junho de 2021