PIS/Pasep: R$ 1,5 bilhões ainda não foram sacados pelos trabalhadores

0

O PIS/Pasep ano-base 2019 ainda pode ser sacado, o prazo termina no final deste mês. Mas, por incrível que pareça, R$ 1,5 bilhões ainda não foram retirados pelos trabalhadores. O dinheiro continua parado na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil. O valor permitido para saque é de até um salário mínimo (R$ 1.100).

Para ter acesso ao benefício é preciso que o trabalhador tenha recebido em média até dois salários mínimos por mês. Ter trabalhado pelo menos 30 dias ou 12 meses em 2019. Está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, e que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo.

Como saber se tenho direito ao abono salarial PIS/Pasep?

Você poderá realizar uma consulta para saber se tem direito ao PIS, quem trabalha no setor privado, com carteira assinada, poderá fazer através do aplicativo Caixa Trabalhador ou pelo telefone de atendimento Caixa 0800 726 0207.

Pasep (servidor público), poderá realizar a consulta através da central de atendimento do Banco do Brasil:

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

O abono salarial estará disponível para saque até o fim deste mês, 30 de junho. Caso o trabalhador não realize o saque, vai ter que esperar o próximo calendário, que será divulgado no ano que vem, para ter acesso ao dinheiro. Quem não sacar no prazo de cinco anos, perde o direito de retirar o dinheiro.

PIS/Pasep 2020 só será liberado em 2022

O PIS/Pasep ano-base 2020 que seria liberado a partir do mês que vem foi adiado para 2022. A decisão ocorreu após reunião entre representantes do governo, dos trabalhadores e das empresas do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

Se você trabalhou 30 dias em 2019, poderá sacar R$ 92, já quem trabalhou 12 meses poderá retirar um salário mínimo (R$ 1.100).

Veja a Tabela

Proporção (meses trabalhados)Valor Abono 2021 (Salário R$ 1.100,00)
1R$ 92,00
2R$ 184,00
3R$ 276,00
4R$ 367,00
5R$ 459,00
6R$ 550,00
7R$ 642,00
8R$ 734,00
9R$ 826,00
10R$ 918,00
11R$ 1.009,00
12R$ 1.100,00

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil