PIS/PASEP também poderá ser antecipado para fevereiro

0

O PIS/Pasep assim também como aconteceu com o INSS, poderá ser antecipado para fevereiro. De acordo com a equipe de finanças, a decisão almeja resolver parte dos problemas atrelados à pandemia do novo coronavírus.

Como a pandemia ainda está em alta no pais e sem a previsão de quando vai começar a vacinação, embora o Ministério da Saúde garanta que irá começar no próximo dia 21, ainda não é uma decisão definitiva.

Após o presidente Jair Bolsonaro confirmar a suspensão do auxílio emergencial, decidiu-se que o PIS/PASEP será adiantado, e tudo indica que será no próximo mês.

PIS

Governo faz remanejamento de contas e calendários

O desejo do governo é movimentar a economia no país, aumentando a movimentação financeira logo no primeiro semestre de 2021.

O INSS também antecipará o 13° salário, e de acordo com o que foi divulgado, a primeira parcela será paga em fevereiro e a segunda em março.

A justificativa encontrada para tais decisões se deu mediante a necessidade de encontrar outro programa de transferência de renda que suprisse a ausência do auxílio emergencial.

Mesmo o governo não querendo prorrogar o auxílio emergencial, uma coisa que não se pode esquecer, os contemplados do auxílio emergencial, em sua grande maioria, não são contemplados do PIS PASEP ou do 13º da previdência. Pelo contrário, para poder ter acesso ao benefício social, os cidadãos não podem comprovar um fluxo fixo de renda.
Até agora, o auxílio emergencial injetou cerca de R$ 254 bilhões na economia, beneficiando aproximadamente 66,4 milhões de pessoas.

Sobre a antecipação do PIS/PASEP

O governo já decidiu que a antecipação será em fevereiro ou março, embora não tenha definido uma data. A medida precisa ainda ser aprovada pelos demais gestores federais, antes de ser implementada.

Calendário de pagamento do PIS 2020/2021

Mês de nascimentoRecebem a partir deData limite para saque
Julho16/07/202030/06/2021
Agosto18/08/202030/06/2021
Setembro15/09/202030/06/2021
Outubro14/10/202030/06/2021
Novembro17/11/202030/06/2021
Dezembro15/12/202030/06/2021
Janeiro19/01/202130/06/2021
Fevereiro19/01/202130/06/2021
Março11/02/202130/06/2021
Abril11/02/202130/06/2021
Maio17/03/202130/06/2021
Junho17/03/202130/06/2021
Fonte: Caixa Econômica Federal

Calendário do PASEP 2020/2021 levando em conta o número final de inscrição do servidor público

Final da InscriçãoRecebem a partir de
016/07/2020
118/08/2020
215/09/2020
314/10/2020
417/11/2020
519/01/20201
6 e 711/02/2021
8 e 917/03/2021
Fonte Banco do Brasil

Para ter o beneficio do abono salarial, os interessados deverão ter trabalhado com carteira assinada pelo menos 30 dias ou 12 meses no ano anterior. Será preciso ter ao menos 5 anos registrados no programa, manter os documentos atualizados com o governo e ter uma renda mensal máxima de até 2 salários mínimos (R$ 2.200).

Confira a seguir, como ficarão os valores de acordo com os meses trabalhados:

Proporção (meses trabalhados) Salário R$ 1.100,00

  • 1 R$ 88,00
  • 2 R$ 175,00
  • 3 R$ 262,00
  • 4 R$ 349,00
  • 5 R$ 436,00
  • 6 R$ 523,00
  • 7 R$ 610,00
  • 8 R$ 697,00
  • 9 R$ 784,00
  • 10 R$ 871,00
  • 11 R$ 958,00
  • 12 R$ 1.100,00

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil