PIS/Pasep: veja como fica o pagamento do abono salarial em 2022

O PIS/Pasep ano base 2020 não será pago em 2021 depois que o Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) em uma reunião com representantes das empresas, trabalhadores e governo decidiu adiar o pagamento para o ano que vem.

Segundo o Codefat o adiamento aconteceu em decorrência da prioridade econômica frente ao combate da pandemia.

Fonte: Google
Fonte: Google

Existe uma expectativa de o pagamento do PIS/Pasep 2020 ser liberado em fevereiro de 2022.

Em uma situação normal o abono salarial começaria a ser pago agora em julho e terminaria em junho de 2022. O cronograma é elaborado conforme o mês de nascimento do trabalhador.

Embora, transferido para o ano quem, não significa que as regras do PIS/Pasep mudaram, elas continuam as mesmas.

Desta forma, os trabalhadores que exerceram atividade em 2020 com carteira assinada pelo menos por 30 dias ou 12 meses, receberão o abono no ano que vem.

Quem tem direito ao abono PIS/Pasep

  • Para receber o abono salarial PIS/Pasep será necessário:
  • Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano base
  • Ter recebido, no máximo, dois salários mínimos por mês, em média
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos
  • É preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo.

Outra dúvida é em relação ao calendário 2021/2022 que seria pago no ano que vem, se ele será liberado no mesmo período do ano base 2020, que tudo indica será pago em fevereiro, o que levaria o trabalhador receber em dobro. No entanto, o que deverá acontecer é que o ano base 2020 seja pago no primeiro semestre de 2022 e o ano base 2021, no segundo semestre.

Comentários estão fechados.