PIS: trabalhadores vão receber dois saques de uma vez em 2022?

0
Fonte: Google
Fonte: Google

Os trabalhadores que teriam direito ao pagamento do PIS/Pasep 2020 neste mês de julho terá que esperar por 2022 para receber o benefício. No ano que estarão disponíveis R$ 20 bilhões, sendo que R$ 10 bilhões seriam pagos neste ano entre julho e dezembro e mais R$ 10 bilhões entre janeiro e junho de 2022. Com o adiamento, o benefício será pago de forma integral no ano que vem.

PIS/pasep

Uma reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) entre representantes dos trabalhadores, empresas e governo, decidiu de forma unanime, adiar o pagamento.

Pagamento do abono salarial

A transferência do pagamento do PIS/Pasep 2020 para o ano que vem, não mudará as regras, sendo assim, o trabalhador para ter acesso ao abono salarial precisará ter trabalhado de carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020, estar inscritos no PIS a pelo menos cinco anos, bem como ter recebido em média no máximo dois salários mínimos em 2020.

O tempo em que o trabalhador atual se difere da concessão do benefício, onde quem trabalhou apenas em 2020 receberá referente ao calendário ano base 2020 e já quem trabalhou somente em 2021 receberá referente ao calendário ano base 2021.

Tudo indica que o pagamento será liberado em fevereiro de 2022. O governo só divulgará as datas de pagamento em janeiro do ano que vem.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha — jornalista do Jornal Contábil