PIS: Veja quem pode receber o abono salarial 2020/2021

0

A partir desta terça-feira, 8, será feito o pagamento do abono salarial 2020/2021.

O recurso é referente às declarações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ano-base 2019 que foram entregues fora do prazo ou que tenham sido retificadas pelos empregadores até o dia 30 de setembro. 

Desta forma, a Caixa Econômica Federal disponibilizou um novo calendário.

Então, confira no cronograma para saber se você tem direito de receber o abono:

  • Nascidos entre julho e novembro: recebem a partir desta terça-feira, dia 8;
  • Nascidos entre dezembro e junho: recebem a partir do dia 15 (seguindo o atual calendário, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário;
  • Beneficiários correntistas da Caixa nascidos entre julho e dezembro: receberam o benefício por meio de crédito em conta no último dia 30 de junho.

Quem pode receber?

Têm direito ao abono todos os trabalhadores que estão inscritos no PIS há pelo menos cinco anos e que tenham trabalhado formalmente, por pelo menos 30 dias no ano de 2019.

É necessário ainda ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Assim, aqueles que atuam para empresas privadas e entidades recebem  por meio da Caixa Econômica Federal e os trabalhadores do setor público que possuem inscrição PASEP, recebem o benefício através do Banco do Brasil.

Vale ressaltar que o valor do abono varia de R$ 88 à R$ 1.045.

Para saber qual valor você tem direito, é preciso calcular a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019.

Para os pagamentos do abono, serão disponibilizados R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões de trabalhadores. 

Como sacar o recurso?  

O depósito dos valores costuma ser feito na conta corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal e os valores poderão ser movimentados com a utilização do cartão da conta ou ainda pelo Internet Banking Caixa e pelo app da Caixa. 

Mas caso o cidadão não tenha nenhuma delas, o abono estará disponível para movimentação através da conta poupança social digital que é aberta de forma automática.

Então, o beneficiário não precisa ir até a agência da Caixa para  solicitar abertura da conta.

O acesso à conta é gratuito e toda a movimentação pode ser feita através do aplicativo Caixa Tem. 

Mas vale ressaltar que, se por algum motivo o recurso não possa ser creditado em conta existente ou em conta poupança social digital, o cidadão também têm a opção de  fazer o saque utilizando o Cartão do Cidadão e a sua senha por meio dos terminais de autoatendimento, nas unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, bem como, nas agências da Caixa.

Os valores podem ser sacados  até 30 de junho de 2021.

Conta Digital 

Apesar de ser uma das principais ferramentas atuais para o recebimento de recursos sociais, o Caixa Tem ainda gera algumas dúvidas aos cidadãos.

Então, é importante ressaltar que a conta é se trata de uma poupança simplificada, que não possui a cobrança de tarifas para sua manutenção como acontece em outras contas e o limite mensal de movimentação é de R$ 5 mil.

Essa movimentação dos recursos disponíveis no Caixa Tem pode ser realizada via app Caixa Tem que também não possui custos, então, basta instalar a plataforma em seu aparelho celular. 

Dentre os principais serviços disponibilizados pelo aplicativo está o uso do cartão virtual e do QR Code para pagamento de compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos, incluindo ainda o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas por meio da opção “Pagar na Lotérica” do Caixa Tem.

Para fazer o saque dos valores, o cidadão pode utilizar os terminais de autoatendimento, lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui, através de um token que é gerado no app Caixa Tem ou nas agências por meio da apresentação de documento de identificação. 

Por Samara Arruda