PIX: Banco Central anuncia novas determinações contra golpes e fraudes

Novas medidas de segurança deverão ser implantadas até o dia 16 de novembro, elas foram determinadas pelo Banco Central para diminuir fraudes e golpes pelo PIX.

Com base nas novas diretrizes, as instituições bancarias estarão liberadas para realizar o bloqueio de transações financeiras por 72 horas caso seja identificada alguma tentativa de fraude, a medida começará a valer a partir de 16 de novembro. 

A determinação vigorará conforme a Resolução BCB nº 142, as medidas deverão recair sobre diferentes formas de transferências eletrônicas. DOC e TED serão afetados, assim como compras por meio do cartão de débito, saiba mais sobre as novas diretrizes. 

Diretrizes antifraudes e anti-golpes no PIX

O Banco Central (BC) divulgou novas determinações que devem ser anuídas pelas instituições bancárias até 16 de novembro. Todas as medidas têm como intuito o combate dos golpes e fraudes aplicados no mecanismo de pagamentos instantâneos PIX

Dentre as novas medidas, foi definido que se for constada a tentativa de golpe ou fraude a instituição deverá bloquear o acesso à conta por um período de 72 horas. 

O tempo será utilizado para a realização de varreduras e análises das transferências e transações na busca de diminuir a ocorrência dos crimes. 

Presentemente, algumas instituições emitem notificações de infrações, contudo, a resolução do Banco Central as tornará obrigatórias. 

A funcionalidade auxiliará no combate de fraudes por inserir marcação na chave PIX do usuário, em seu CPF ou CNPJ  e no número referente a conta, dessa maneira será possível monitorar as suspeitas de fraudes. 

Além disso, o BC informou que será implementado mais um sistema para possibilitar a averiguação de informações ligadas a chave PIX. Esse novo mecanismo também auxiliará no monitoramento de fraudes. 

Determinações a serem aplicadas até dia 4 de outubro 

Já haviam sido determinadas novas diretrizes de combate aos golpes e fraudes que vêm sendo aplicados através do PIX. 

Essas medidas devem ser aplicadas até o dia 4 de outubro segundo o Banco Central. Dentre essas mudanças está a limitação de transações noturnas

As transferências serão permitidas de 20h às 6h, contudo, o valor máximo concedido é de R$1 mil. A limitação será aplicada para prevenir os golpes que acontecem com usuários do sistema de pagamento. 

Presentemente, é comum o roubo de informações inclusive as que se referem ao PIX. A limitação de valor também será aplicada as transferências do tipo DOC e TED. Os usuários que não querem ser pegos desprevenidos devem se atentar as novas determinações. 

Comentários estão fechados.