Planejamento Financeiro: Como investir o 13º salário?

Planejamento financeiro é fundamental na hora utilizar o dinheiro extra para quitar dívidas e investir

0

Nesse fim de ano, trabalhadores com carteira assinada, pensionistas do INSS ou aposentados, recebem o tão aguardado 13º salário.

Para utilizar esse dinheiro extra com sabedoria, é importante estabelecer metas e ter controle financeiro.

Com organização e disciplina, é possível aproveitar esse benefício para começar o próximo ano com o orçamento em dia.

Consultamos o assessor de investimentos, Paulo Saad, da WFlow – escritório Private especializado em Assessoria Financeira e Patrimonial credenciado à XP Investimentos – sobre como utilizar esse dinheiro extra de forma inteligente, aproveitando as festas de fim de ano sem prejudicar as finanças no futuro.

Organize suas dívidas

Segundo o especialista, para quem possui dívidas, o 13º deve ser utilizado como recurso para quitá-las.

A prioridade deve ser a quitação das dívidas mais caras, como cheque especial ou o parcelamento da fatura do cartão de crédito.

“É importante priorizar as dívidas em atraso e com juros maiores. Em alguns casos, é necessário avaliar o valor da parcela e negociar os pagamentos em atrasos, podendo até mesmo conseguir um bom desconto no pagamento à vista”, explica Saad.

Tenha controle financeiro

Pode ser um desafio controlar as finanças com as festas de fim de ano, com os presentes e a ceia de natal.

Para não se perder no orçamento, é fundamental estabelecer um valor e não ultrapassar o que foi planejado.

FGTS

“Muitas pessoas acabam comprando por impulso nessa época do ano. Nesse caso, é importante evitar entrar em novos parcelamentos e tentar fazer as compras à vista com desconto. Há também os gastos de início de ano que não devem ser esquecidos, como o IPTU, IPVA, despesas com a escola”, ressalta o especialista.

Invista seu dinheiro

Para quem conseguiu poupar uma parte do dinheiro extra, depois de quitar as dívidas e separar um valor para as contas do início do ano, é interessante construir uma reserva financeira e começar a investir.

Para a reserva de emergência, o dinheiro deve ser aplicado em investimentos com liquidez e baixa volatilidade, como o título público Selic, fundos de investimento de renda fixa e CDB.

“Uma oportunidade para quem consegue esperar o dinheiro render no longo prazo, é investir em previdência privada. Além de auxiliar no crescimento do patrimônio, o investimento oferece a dedução no imposto de renda, desde que a aplicação seja feita ainda esse ano. É possível ainda, encontrar diversas opções de investimentos no mercado, de acordo com seu perfil e objetivos financeiros”, finaliza.

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.