Existem várias razões que motivam pequenos empreendedores a abrir MEI. A formalização do negócio, emissão de nota fiscal, direito aos benefícios do INSS e encargos tributários reduzidos são apenas alguns deles. Outro benefício que o MEI tem direito é a contratação do plano de saúde MEI.

E na aquisição deste benefício, o MEI possui sim uma redução no valor das mensalidades, que pode chegar até 35%. Ótima notícia, não?

O número de Microempreendedores Individuais (MEI) tem crescido no Brasil. Você sabia que hoje já são mais de 9 milhões de MEI no nosso país? Atentas a esse novo mercado, as operadoras de planos de saúde criaram um segmento exclusivo para atender a essa demanda.

Quem pode fazer um plano de saúde para MEI?

Qualquer microempreendedor individual com mais de 6 meses de registro de MEI pode contratar esse plano de saúde. Ou seja, se você se registrar hoje, só daqui 6 meses poderá contratar um plano de saúde desse tipo. Apesar de existir empecilho temporal, não existem grandes requisitos na hora de optar por esse tipo de plano.

Quantas pessoas são necessárias para fazer um plano para MEI?

Geralmente a partir de duas ou três pessoas é possível contratar um plano empresarial com o CNPJ de MEI. Mas não é qualquer um que pode participar desse plano de saúde, ok? Para fazer parte é necessário ter vínculo empregatício ou familiar com o titular do CNPJ. Ou seja, é uma opção viável para microempreendedores registrados que gostariam de estender seu plano de saúde para toda família.

O preço das mensalidades é mais baixo para MEI?

Os preços das modalidades costumam ser mais baratos para MEI, podendo chegar até a 35% de diferença entre o plano coletivo empresarial para o plano individual.

Quais cuidados eu devo tomar?

É importante pesquisar bastante, pois os descontos e benefícios podem variar muito de um plano pra outro, para isso, converse com o seu corretor de confiança ou direto nas operadoras.

Outro ponto importante também na hora de negociar é procurar saber sobre os reajustes anuais que os planos sofrem, portanto, busque o histórico de reajuste do seu plano escolhido e compare entre as operadoras, compare também com o plano individual.

No final de tudo, é primordial que façamos aquela boa e velha pesquisa no mercado, comparando os benefícios ofertados, a rede de atendimento, carência para alguns tipos de atendimentos, o histórico de reajuste e os valores das mensalidades. Procure um profissional de sua confiança para melhor orientação ou dirija-se direto à operadora do plano de saúde de sua escolha.

Quais os documentos necessários para obter um Plano de Saúde MEI?

Como falamos no começo desse texto, o tempo de atividade da empresa é um critério para a contratação do plano de saúde para MEI. Para adquirir o serviço, o profissional deve ter documentos que comprovem pelo menos 6 meses de existência da empresa.

Confira abaixo a lista do que é necessário para comprovar a atividade empresarial:

  • Certificado de Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI);
  • Cartão CNPJ emitido pela Receita Federal
  • Documentos pessoais, como RG, CPF e comprovante de residência;
  • Demais documentos que a operadora do plano de saúde possa exigir.

Esses documentos serão exigidos pela operadora na hora da contratação do plano e para a renovação dele.  A regra foi instituída para evitar fraudes e, por esse motivo, caso o MEI não consiga comprovar as informações solicitadas, a operadora poderá rescindir o contrato. Ela deve notificar o rompimento dos serviços com até 60 dias de antecedência.

Antes de assinar qualquer proposta, leia atentamente todas as informações. Esclareça as suas dúvidas para ter a certeza que fez a melhor escolha.

DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!



Conteúdo original Contabileasy